1 Samuel 1 - Bíblia NBV

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31


1 Havia um homem chamado Elcana, da tribo de Efraim, que morava em Ramataim-Zofim, na região das montanhas de Efraim.
Elcana era filho de Jeroão; Jeroão era filho de Eliú; Eliú era filho de Toú;
e Toú era filho do efraimita Zufe. 2 Elcana tinha duas mulheres: uma se chamava Ana e a outra Penina; Penina tinha filhos; Ana, porém, não tinha.
3 Todos os anos Elcana e sua família faziam uma viagem até o Tabernáculo 1, em Siló, a fim de adorar ao SENHOR dos céus e oferecer sacrifícios a ele. Os sacerdotes que estavam de serviço nesse tempo eram os dois filhos de Eli — Hofni e Fineias. 4 No dia em que Elcana oferecia o seu sacrifício, dava uma parte para Penina e outra para todos os filhos e filhas dela.
5 Mas a Ana ele dava duas vezes mais, porque a amava, apesar de o SENHOR a ter deixado estéril. 6 Acontece que Penina piorava a situação, porque provocava Ana continuamente, para deixá-la irritada pelo fato de o SENHOR não lhe permitir ter filhos. 7 E todos os anos era a mesma coisa. Penina caçoava de Ana e a provocava quando iam a Siló à casa de Deus; por isso Ana chorava muito, e não tinha vontade de comer.
8 “O que está acontecendo com você, Ana?”, perguntou o marido. “Por que você está chorando e por que não come? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos?”
9 Certo dia, após a refeição da tarde, quando ainda estavam em Siló, Ana foi ao Tabernáculo do SENHOR. O sacerdote Eli estava assentado no seu lugar de costume, ao lado da entrada. 10 Ela estava sentindo-se profundamente angustiada e chorava amargamente, enquanto fazia a sua oração ao SENHOR.
11 Ana fez este voto, dizendo: “Ó SENHOR dos exércitos, se olhar para o meu sofrimento e responder à minha oração dando-me um filho, então dedicarei esse filho ao Senhor; ele será seu por todos os dias que viver, e os seus cabelos e sua barba nunca serão cortados”. 2 12 Eli percebeu que a boca de Ana se mexia enquanto ela orava em silêncio, 13 do fundo do coração, diante do SENHOR, porém Eli não ouvia som algum; então pensou que ela estivesse embriagada 14 e perguntou a ela: “Era preciso vir aqui embriagada? Veja se para de beber vinho!”
15 “Por favor, meu senhor!”, respondeu ela, “não estou embriagada! Estou profundamente angustiada e estava abrindo meu coração diante do SENHOR. Não bebi vinho nem bebida fermentada. 16 Não julgue a sua serva como uma mulher vadia; 3 oro assim por sofrer grande angústia e aflição”.
17 “Nesse caso”, disse Eli, “tenha bom ânimo! Levante-se! Vá em paz, e que o Deus de Israel conceda o que você pediu!”
18 “Oh, senhor, muito obrigada!”, Ana exclamou. Então ela voltou feliz e começou a se alimentar de novo. A tristeza desapareceu do seu rosto!
19 A família se levantou bem cedo na manhã seguinte e foi ao Tabernáculo adorar o S ENHOR. Depois voltaram para casa, em Ramá. Elcana teve relações com Ana, e o SENHOR se lembrou dela. 20 Ana ficou grávida e, no devido tempo, teve um filho, e deu a ele o nome de Samuel, 4 dizendo: “Eu o pedi ao SENHOR”.
21 No ano seguinte, Elcana, com toda a sua família, viajou para oferecer o sacrifício anual ao SENHOR e para cumprir o seu voto, 22 desta vez sem a companhia de Ana. Ela disse ao seu marido: “Vamos esperar até que o menino esteja desmamado, então eu o levarei e o apresentarei ao SENHOR e o deixarei lá para sempre”.
23 Elcana, seu marido, lhe disse: “Está bem, faça como achar melhor. Fique aqui até desmamá-lo. Seja feita a vontade do SENHOR”. E assim ela ficou em casa e criou seu filho até que o desmamou.
24 Então, havendo-o desmamado, apesar de o menino ainda ser muito pequeno, ela o levou à casa do SENHOR em Siló; levou também um novilho de três anos para o sacrifício, cerca de trinta litros de farinha 5 e uma vasilha de vinho. 25 Depois do sacrifício do novilho, levaram o menino a Eli. 26 “Meu senhor, lembra-se de mim?”, perguntou Ana ao sacerdote Eli. “Juro por sua vida que sou aquela mulher que esteve aqui aquela vez, orando ao SENHOR! 27 Pedi ao SENHOR que me desse este filho, e ele atendeu ao meu pedido. 28 Por isso, agora eu o entrego ao SENHOR. Por todos os dias em que viver, ele pertencerá ao SENHOR, pois ao SENHOR foi pedido”. E adoraram ali ao SENHOR.

NOTAS
1 O Tabernáculo era um templo desmontável que o povo de Israel podia transportar para onde ia. Veja Êx 35.10 e versículos seguintes, a respeito da sua descrição; veja também Êx 25.1-9.
2 Este era um costume referente a homens completamente consagrados ao Senhor, como era o caso dos nazireus.
3 Ou “filha de Belial”.
4 Samuel significa “ouvido por Deus” ou “Deus ouviu”.
5 Em hebraico “1 efa”. As estimativas do efa variam entre 20 e 40 litros.


Right1Sm 2