Gênesis 22 - Bíblia NBV    Estudio Bíblico

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26

27 28 29 30



1 Depois de algum tempo, Deus pôs Abraão à prova. “Abraão!”, chamou Deus. “Aqui estou!”, respondeu Abraão.
2 Então Deus disse: “Tome o seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você tanto ama, e vá para a terra de Moriá. Lá, ofereça o seu filho Isaque em sacrifício, como oferta queimada, num dos montes que eu lhe mostrar”.
3 Na madrugada seguinte, levantou-se Abraão e preparou o seu jumento. Levou consigo dois de seus servos e Isaque, seu filho. Rachou lenha para o sacrifício e foi com eles para o lugar que Deus lhe tinha indicado.
4 Depois de três dias de caminhada, Abraão viu o lugar de longe.
5 Então disse a seus servos: “Esperem aqui com o jumento. Eu e o rapaz vamos até lá, e, depois de adorarmos, voltaremos”.
6 Abraão colocou a lenha do sacrifício nos ombros do seu filho Isaque, e ele levou uma tocha de fogo, e a faca. E assim os dois caminhavam juntos.
7 Isaque disse a Abraão, seu pai: “Meu pai!”
“Que é, meu filho?”, respondeu Abraão.
Perguntou-lhe Isaque: “Temos lenha e fogo, mas onde está o cordeiro para o sacrifício?”
8 Respondeu Abraão: “Deus vai prover o cordeiro para o sacrifício, meu filho”. E continuaram andando juntos.
9 Quando chegaram ao lugar que Deus tinha indicado, Abraão construiu um altar, arrumou a lenha sobre ele, amarrou seu filho Isaque e o colocou no altar, em cima da lenha.
10 Depois pegou a faca para sacrificar seu filho. 11 Nesse momento o Anjo do SENHOR gritou do céu:
“Abraão! Abraão!”
“Aqui estou!”, respondeu ele.
12 Então o Anjo disse: “Não toque no rapaz, não lhe faça nada. Agora sei que você teme a Deus, porque não me negou nem mesmo o seu amado filho, seu único filho!”
13 Nisso Abraão viu um carneiro preso pelos chifres num arbusto. Tomou Abraão o carneiro e o ofereceu como oferta queimada ao SENHOR, em lugar de Isaque. 14 Abraão chamou aquele lugar de “O SENHOR Proverá”. Por esse nome é conhecido até hoje.
15 Então, pela segunda vez, o Anjo do SENHOR gritou do céu a Abraão
16 e disse: “Juro pelo meu próprio nome”, diz o SENHOR, “como você me obedeceu e não me negou o seu único filho,
17 certamente abençoarei você e farei seus descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e como a areia na praia do mar. Os seus descendentes conquistarão as cidades dos seus inimigos,
18 e por meio dos seus descendentes todas as nações da terra serão abençoadas, porque você me obedeceu”.
19 Assim, voltou Abraão aos seus servos, e, juntos, partiram para Berseba, onde passaram a morar.
20 Depois desses acontecimentos, chegou a informação de que Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, tinha gerado estes oito filhos:
21 Uz, o mais velho, Buz, seu irmão, Quemuel, pai de Arã,
22 Quésede, Hazo, Pildas, Jidlafe e Betuel,
23 pai de Rebeca. Estes foram os oito filhos que Milca deu a Naor, irmão de Abraão.
24 Reumá, a concubina de Naor, lhe deu os seguintes filhos: Tebá, Gaã, Taás e Maaca.


Gên. 21Left

RightGên. 23