Hebreus - Bíblia NBV

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13


1 Considerando sua promessa de entrarmos no lugar de descanso, ninguém deve pensar que essa promessa falhou. 2 Porque essa maravilhosa notícia de que Deus deseja nos salvar foinos dada tal como foi àqueles que viveram no tempo de Moisés. Entretanto, de nada lhes valeu, porque eles não creram nela. 3 Pois somente nós, os que cremos, podemos entrar no seu lugar de descanso. Deus afirmou: “Jurei na minha ira que aqueles que não creem em mim nunca entrarão no meu descanso”, 19 apesar de suas obras estarem concluídas e, assim, seu descanso já ter sido inaugurado desde a criação do mundo.
4 Nós sabemos que ele está preparado e esperando porque está escrito que Deus descansou no sétimo dia da criação, depois que terminou tudo quanto tinha planejado fazer. 20 5 Mesmo assim eles não entraram, pois Deus finalmente disse: “Eles nunca entrarão no meu descanso”. 6 Entretanto, a promessa continua, e alguns entraram naquele descanso; mas não aqueles que tiveram a primeira oportunidade, pois desobedeceram a Deus e não conseguiram entrar.
7 Mas ele fixou outra ocasião para que possam entrar, e esta ocasião é hoje. Ele anunciou isso por meio do rei Davi, muitos anos depois do primeiro fracasso do homem na tentativa de entrar, dizendo nas palavras já citadas: “Hoje, se ouvirem a sua voz, não endureçam seus corações”.
8 Este novo lugar de descanso acerca do qual ele está falando não quer dizer a terra de Israel, para a qual Josué os conduziu. Se Deus quisesse dizer isso, não teria falado muito depois a respeito de “hoje” como a ocasião para entrar. 9 Portanto, há um descanso completo e perfeito 21 para o povo de Deus. 10 Porque todo aquele que entra no descanso de Deus também vai descansar de todas as suas obras, assim como Deus descansou após a criação. 11
Façamos o melhor que pudermos para entrar também naquele lugar de descanso, tomando cuidado para não cair, seguindo aquele exemplo de desobediência.
12 Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e mais cortante do que uma espada afiada dos dois lados, que penetra fundo a ponto de separar alma e espírito, juntas e medulas, pensamentos e desejos do coração, mostrando-nos como somos na realidade. 13 Não há nada que se possa esconder de Deus. Cada coisa a respeito de nós está descoberta e escancarada aos olhos penetrantes do nosso Deus vivente; nada pode se esconder dele, a quem devemos prestar contas de tudo o que fizemos.
14 Portanto, Jesus, o Filho de Deus, é o nosso grande sumo sacerdote que foi diretamente para o céu, a fim de nos ajudar; portanto não deixemos nunca de confiar nele. 15 Esse nosso sumo sacerdote compreende as nossas fraquezas, visto que ele passou pelas mesmas tentações que nós passamos, ainda que ele nunca tenha cedido a elas nem pecado. 16 Portanto, vamos ousadamente até o próprio trono de Deus e permaneçamos lá para recebermos a sua misericórdia e acharmos a sua graça para nos ajudar em tempos de necessidade.

NOTAS
19 Sl 95.11.
20 Gn 2.2.
21 Ou “um descanso sabático”.


Hb 3Left

RightHb 5