Romanos 6 - Bíblia NBV

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16


O que diremos então? Continuaremos a pecar para que a graça de Deus aumente cada vez mais?
2 Naturalmente que não! Nós, os que morremos para o pecado, como deveríamos continuar vivendo nele? 3 O poder do pecado sobre nós foi quebrado quando fomos batizados em sua morte. 4 No batismo fomos sepultados com ele na morte para que, assim como Cristo foi ressuscitado pelo Pai com poder glorioso, também nós vivamos uma vida nova.
5 Vocês se uniram com ele na sua morte e ressuscitarão como ele ressuscitou. 6 Os antigos desejos malignos 51 de vocês foram pregados na cruz juntamente com ele; aquela parte que em cada um de vocês tem a tendência de continuar pecando foi esmagada e mortalmente ferida, de maneira tal que esse corpo, amante do pecado, não está mais sob o controle do pecado e não necessita mais ser escravo dele. 7 Quando vocês morrem para o pecado, libertam-se de todos os seus atrativos e do seu poder sobre vocês. 8 E visto que morremos com Cristo, cremos que participaremos da sua vida nova. 9 Cristo ressuscitou dentre os mortos e não poderá morrer outra vez: a morte não tem mais poder algum sobre ele. 10 Ele morreu de uma vez por todas, a fim de acabar com o poder do pecado, e agora vive para sempre em contínua comunhão com Deus.
11 Portanto, considerem-se mortos para o pecado, enquanto, por outro lado, estão vivos para Deus, em Jesus Cristo. 12 Não deixem que o pecado controle esse corpo mortal de vocês; e não cedam aos seus desejos pecaminosos. 13 Não deixem que nenhuma parte de seus corpos seja instrumento de injustiça. Antes, entreguem-se inteiramente a Deus, pois vocês voltaram da morte para a vida. Sejam, portanto, instrumentos de justiça nas mãos de Deus. 14 Nunca mais o pecado deverá voltar a dominar vocês, pois agora vocês não estão mais debaixo da Lei, mas livres sob a graça de Deus.
15 Isso significa que agora nós podemos ir avante e pecar sem nos incomodarmos com o pecado, pois nossa salvação não depende de guardar a Lei, mas de receber a graça divina? É claro que não!
16 Será que vocês não compreendem que podem escolher seu próprio senhor? Podem escolher o pecado que leva a morte ou então a obediência que leva à justiça. Aquele a quem você mesmo se oferecer, este será o seu senhor, e você será escravo dele. 17 Mas, graças a Deus, que vocês, embora antigamente tivessem escolhido ser escravos do pecado, agora obedecem de todo o coração ao ensino que Deus lhes entregou. 18 E agora estão livres do velho senhor, o pecado; e tornaram-se escravos do novo senhor, a justiça.
19 Falo dessa maneira, utilizando-me da ilustração de escravos e senhores, porque é fácil de compreender: Tal como vocês costumavam ser escravos da impureza e da maldade que leva à maldade, assim também agora é preciso que vocês se deixem escravizar pela justiça que leva à santidade. 20 Naqueles dias, quando vocês ainda eram escravos do pecado, vocês estavam isentos da justiça. 21 E qual foi o resultado? Evidentemente não foi nada bom, visto que agora vocês se envergonham até mesmo em pensar naquelas coisas que costumavam fazer, pois o fim delas é a morte.
22 Agora, no entanto, estão livres do poder do pecado e são escravos de Deus. E entre os benefícios que ele dispensa a vocês, está a santidade cujo fim é a vida eterna. 23 Pois o salário do pecado é a morte, mas a dádiva gratuita de Deus é a vida eterna por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor.

NOTAS
51 Ou “o velho homem” ou “a carne”.


Rm 5Left

RightRm 7