INSTITUTO EVANGÉLICO BEM DO BRASIL

O que é Orgulho?

Orgulho

Sentimento de satisfação com os seus próprios feitos e qualidades, ou com as realizações de outra pessoa: tenho muito orgulho do meu filho!
[Por Extensão] Sentimento de contentamento em relação a: o Brasil me dá muito orgulho.
Excesso de admiração que o indivíduo tem em relação a si próprio, baseado em suas próprias características, qualidades e/ou ações; arrogância.
[Pejorativo] Conceito elevado que alguém tem de si próprio; soberba.
[Pejorativo] Amor-próprio exposto de modo exagerado; altivez.
[Pejorativo] Ação que demonstra desprezo em relação ao próximo; desdém.
Algo ou alguém sobre os quais se tem orgulho: ele é o meu orgulho.
Etimologia (origem da palavra orgulho). Do espanhol orgullo.

O que a Bíblia fala sobre Orgulho?

Há uma diferença entre o tipo de orgulho que Deus odeia (Provérbios 8:13) e o tipo de orgulho que sentimos por fazer algo bem feito. O tipo de orgulho que surge de sermos justos aos nossos próprios olhos é pecado e Deus odeia isso porque atrapalha a nossa aproximação dEle. Salmo 10:4 explica que os orgulhosos estão tão cheios de si que seus pensamentos estão longe de Deus: “Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus”. Esse tipo de orgulho arrogante é o contrário do espírito de humildade que Deus procura: “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3). Os “pobres de espírito” são aqueles que reconhecem sua falência espiritual e sua falta de habilidade de se aproximar de Deus se não fosse por Sua divina graça. Os orgulhosos, por outro lado, são tão cegos por causa de seu orgulho que acham que não precisam de Deus ou pior, que Deus deve aceitá-los do jeito que são porque eles merecem a Sua aceitação.

Por todas as Escrituras, podemos ler sobre as consequências do orgulho. Provérbios 16:18-19 nos diz: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda. Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos.” Satanás foi expulso do céu por causa de seu orgulho (Isaías 14:12-15). Ele teve a audácia egoísta de tentar tomar o lugar de Deus como o que reina o universo. No entanto, Satanás será lançado no inferno no julgamento final de Deus. Para aqueles que se erguem em rebelião a Deus, há nada mais em seu futuro a não ser desastre: “Porque me levantarei contra eles, diz o SENHOR dos Exércitos, e extirparei de babilônia o nome, e os sobreviventes, o filho e o neto, diz o SENHOR” (Isaías 14:22).

Orgulho já impediu que muitas pessoas aceitassem a Jesus como seu Salvador pessoal. Recusar a admitir o próprio pecado e que não podemos fazer nada com nosso próprios esforços para merecer a vida eterna tem sido uma pedra de tropeço para muitas pessoas. Não devemos ter orgulho de nós mesmos, mas se queremos nos gloriar, então devemos proclamar as glórias de Deus. O que dizemos sobre nós mesmos não significa nada no trabalho de Deus. É o que Deus diz sobre nós que faz a diferença (2 Coríntios 10:13).

Por que orgulho é um pecado? Orgulho é dar a nós mesmos o crédito por algo que Deus realizou. Orgulho é dar a nós mesmos a glória que pertence só a Deus. Orgulho é, em essência, louvor próprio. Nada que realizamos nesse mundo seria possível se não fosse Deus nos capacitando e sustendo. Por isso é que devemos dar a Deus a glória – por que só Ele é digno de recebê-la.
Fonte: GotQuestions.org

O que faz o Orgulho?

  1. O orgulhoso não reconhece os seus erros e não aceita repreensão. Ele faz de tudo para não ser chamado atenção e, aparentemente, é porque ele não quer desagradar ou decepcionar, mas, na realidade, ele não quer passar pela humilhação de ser corrigido.
  2. O orgulhoso não pede ajuda. E quando pede é porque é tarde demais, quando não tem mais volta. Ela já caiu em pecado, já está se separando do marido, já fez o que não devia.
  3. O orgulhoso não pede perdão. Ele até pode se arrepender, mas não é capaz de expor o seu arrependimento. É muito humilhante para ele, ele prefere fingir que nada aconteceu.
  4. O orgulhoso não se submete facilmente. Ele pode até se submeter, mas só para quem tem autoridade sobre ele. Muitas esposas não aceitam se submeter aos seus maridos, filhas não aceitam se submeter aos seus pais, jovens não aceitam se submeter aos mais velhos, novos não aceitam se submeter aos mais experientes.
  5. O orgulhoso gosta de sua independência, aliás, ele odeia depender dos outros. Gosta de fazer tudo sozinho para depois não precisar dizer que precisou de alguém. São independentes até mesmo de Deus. Não oram, não buscam, pensam que são autossuficientes.
  6. O orgulhoso quer tudo do seu jeito, porque pensa que sabe o que é melhor, entende o que é melhor, conhece o que é melhor. Não quer saber da vontade de Deus e insiste, às vezes usando a “fé”, que o seu jeito é o melhor. E quando não recebe o que pediu de Deus, se revolta contra Ele, como se Deus estivesse errando.
  7. O orgulhoso gosta de opinar em tudo, não leva desaforo para casa e não hesita em bater de frente para afirmar o que acha ser o certo.

>Qual é o sintoma de Orgulho?

A pessoa orgulhosa acha que sempre está certa e as outras erradas.

A pessoa orgulhosa quando é criticada não consegue absorver bem a crítica.

Não consegue admitir o seu erro e, por consequência, não consegue se desculpar com naturalidade.

Jamais está aberta a mudanças.

Qual é o oposto de Orgulho?

Orgulho é o contrário de: modéstia, simplicidade, humildade.

O que é orgulho negativo?

O Orgulho como preconceito
Existe um livro (e filme) muito conhecido chamado “Orgulho e Preconceito”. É um clássico da literatura e expressa o orgulho como preconceito social. Em síntese, alguém que tem condições financeiras excelentes se sente orgulhoso de sua posição social e não quer se aproximar das outras classes, consideradas inferiores ou piores, como se no próprio corpo corresse sangue azul e no corpo dos outros um sangue não tão nobre.

Este tipo de sentimento realmente perpassa muitas pessoas que se consideram nobres e inatingíveis por terem patrimônio ou conta bancária com muitos dígitos. Isto aparece mais, ainda, nas pessoas que são herdeiros e, como no poema de Fernando Pessoa, “não fizeram nada e são ricos…” porque quem construiu o patrimônio, seja a geração dos pais ou dos avós, normalmente terá um sentimento mais próximo do primeiro tipo de orgulho, por terem saído do nada e se admirarem de terem chegado tão longe.

O Orgulho como rancor
Bem, este é provavelmente o tipo de orgulho mais negativo de todos, pois parece aquele tipo de situação na qual um sujeito leva um grande peso nas contas e continua a levar o grande peso nas costas por quase nenhuma razão, apenas para continuar levando o peso nas contas, como se diz, por orgulho.

Por exemplo, e esta é um fenômeno que aparece sempre no consultório, a pessoa tem um namorado ou namorada. O casal briga e termina. Para não dar o braço a torcer, para não admitir que estava errado ou para não ter que se livrar da sua pose de ter sempre a razão, a pessoa não consegue pedir desculpas, ou pedir perdão, ou mesmo voltar a ter uma conversa razoável para voltarem a ter o relacionamento.

>O que é orgulho positivo?

O aspecto mais positivo do orgulho é o orgulho como uma admiração. Quando alguém diz: “Estou muito orgulhoso de ti por ter feito isso” o significado da palavra orgulho está ligado a admiração pelo feito, pela conquista, pela capacidade de realizar. Podemos dizer que é positivo, no sentido de que este tipo de sentimento ajuda nas relações sociais e também pode fazer com que as pessoas se esforcem para atingir o máximo de seu potencial.

Pais e filhos, treinadores e seus pupilos, professores e alunos podem deste modo estabelecer uma forma de reforço baseado no orgulho. Por exemplo, um aluno pode estudar mais, muito mais, e ir super bem em uma prova porque espera estar à altura da avaliação de seu professor, que o considera excepcional. Assim, ele dá mais de si para receber o elogio, para fazer o outro bem, para ser admirado.