Deus é Sabedoria  

INSTITUTO EVANGÉLICO BEM DO BRASIL
Rodando Estudo Bíblico

O que significa Ascensão e Pentecostes?

Clique em Botão FullScreenpara ver em tela cheia

Ascensão. Duraçao: 1 minuto

O que é o significado de Ascensão?

Atos 1:8-9 Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.

Após a ressurreição dentre os mortos de Jesus Cristo, Ele apareceu durante 40 dias para muitos crentes. Jesus Cristo não poderia permanecer na terra, porque Ele tinha uma obra de fazer no Céu:

João 14:1-3 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.

A tarefa de Jesus Cristo no Céu é preparar a nossa morada eterna, de todos aqueles que acreditam nEle, e deixa-la pronta. Quando todas as casas para todos os crentes estiverem prontas, sob as ordens de Seu Pai, será o som do trompete e ocorre a primeira Vinda de Cristo para levantar os crentes ao Céu.

Jesus Cristo também não poderia ficar na terra, porque o Espírito Santo deveria e deve habitar em cada homem que aceita Jesus Cristo como seu Salvador. Somente pelo Espírito Santo, o pecador crente pode ser convencido do pecado, e arrepender-se e conhecer a Vontade do Senhor Jesus Cristo.

DÁ ATENÇÃO. O tempo depois da ressurreição de Jesus Cristo e o tempo dos Apóstolos são uma FASE DE TRANSIÇÃO. No tempo de Antigo Testamento, o Espírito Santo NÃO poderiam fazer habitação, porque o homem era um pecador e Jesus ainda não tinha morrido pelo pecado do homem. Somente um temporário cumprimento com Espírito, como com os reis Saul e David, os profetas Elias e Eliseu eram possível, mas uma habitação permanente do Espírito Santo não.
De acordo com os judeus, o Espírito Santo era só para o povo judeu e não para os gentios. Isso é um fato importante e depois veremos como Deus os apóstolos também tinham que convencer que o evangelho foi e destina-se a não judeus, incluindo o batismo e a habitação do Espírito Santo. Portanto, esta fase de transição. Coisas que acontecem nessa fase de transição, não podemos automaticamente assumir e colocar para nosso tempo atual.

Antes a Ascensão de Jesus Cristo, os discípulos têm o comando para aguardar o batismo do Espírito Santo.

Atos 1:5 Vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.

Por isso, um batismo do Espírito Santo, porque o crente de velho testamento não poderia receber nenhuma habitação do Espírito Santo! Primeiro, Jesus teve que morrer pelo pecado do homem e vencer a morte e a ascensão dos mortos. O homem tinha que primeiro ser liberto de sua natureza pecaminosa e ser purificado pelo sangue de Jesus Cristo. Este primeiro batismo (=habitação) do Espírito Santo pela primeira vez viria a passar do Pentecostes.

O que é o significado de Pentecostes

Atos 2:1-4 Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.


Pinksteren. Duur 1 minuut

Batismo JesusBatismo em PentecostesNo batismo de Jesus, o Espírito Santo desceu sobre Jesus na forma de uma pomba.
Nos discípulos, o Espírito Santo baixou sob na forma de fogo.
DÁ BOA ATENÇÃO, esta forma de batismo (batismo no Espírito Santo) acontece com um fenômeno de fogo.
É a primeira manifestação da habitação do Espírito Santo no pecador. Este batismo NÃO se repete na chamada de Petrus em Atos 2:38 e naqueles que aceitam a chamada e se deixam batizado (três mil) em Atos 2:41. Este é um fato importante. Eu acredito que hoje não existe mais um batismo de Espírito Santo, PORQUE IMEDIATAMENTE da aceitação de Jesus Cristo pelo pecador, imediatamente o Espírito Santo faz habitação no crente e recebe o dom do Espírito Santo.

Atos 2:38 E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.

Deus, o Pai, mostra aqui no primeiro dia de Pentecostes, por meio que fogo se erigi nos discípulos, que Ele aceita a obra de Jesus Cristo e Ele doa o Espírito Santo a cada um que acredita na obra de salvação por Seu Filho Jesus Cristo.

A obra do Espírito Santo é imediatamente visível (Considere isto é uma demonstração em fase de transição). Os profetas, Moisés, Elias e Eliseu mostraram suas forças (do Deus obtidas) por milagres extraordinários. Aqui é o poder do Espírito Santo, indicado por "analfabeto (não hábil)" pescadores que falam em um idioma DIFERENTE. Não em uma língua de anjos, nem uma língua divina. NÃO, em outro idioma, audível e compreensível, para quem que vem de exterior (terra estrangeira). Como um brasileiro não qualificado, de repente ele fala o idioma inglês.

Atos 3:5-11 E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. 6 E, correndo aquela voz, ajuntou-se uma multidão e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. 7 E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! Não são galileus todos esses homens que estão falando? 8 Como pois os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos? 9 Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, e Judéia, e Capadócia, e Ponto, e Ásia, 10 e Frígia, e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos (tanto judeus como prosélitos), 11 e cretenses, e árabes, todos os temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus.

Isso é muito diferente do que o falar em línguas estranhas! Que incompreensível língua é falada e explicação é NECESSÁRIA!

Falar em línguas estranhas, não vemos mais nas cartas dos Apóstolos. Apenas Paulo falava sobre falar em línguas estranhas nas suas cartas e, em seguida, volto a isso mais tarde.

Expandiu o Evangelho aos gentios

Em Atos 10, o evangelho estendido para os gentios. Cornélio, um centurião, de origem italiana, é um homem piedoso, que adora com toda a sua casa, que a caridade (olhe para os pobres), bem conhecido para os Judeus e adora Deus (o Deus dos Judeus). Não obstante, de tudo bom trabalho, não obstante do fato de que ele era um homem bom, isso NÃO foi suficiente para a sua salvação e ir ao Céu. Ele era um pecador, necessitando salvação através do sangue de Jesus Cristo.
Pedro tem uma visão e a ordem de Deus para comer animais impuros para os judeus. a visao se repetiu por três vezes.
Cornélio enviou homens, encomendados por Deus, a Pedro. E ele convidou toda sua família e amigos que para ouvir o que Pedro tem a dizer. Ele não é egoísta, ele compartilhou a boa notícia.
No verso 24, Pedro chega à conclusão de que a boa notícia também se destina para os gentios.

Atos 10:43-48 A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome. E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus. Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo? E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então, rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias.

No verso 43 a condição é dada: crer em Jesus Cristo para receber o perdão dos pecados. Cornelio e para a sua congregação aceitam-o, e o resultado é claro nos versos 44-46. No momento da aceitação e a fé em Jesus Cristo, o Espírito Santo habita no crente. Por causa isso é a segunda vez (a primeira vez foi com o Eunuco da Etiópia, no entanto, sem um claro sinal de habitação do Espírito Santo) que os gentios são incluídos no povo de Jesus Cristo, isso deve ser mostrado claramente para o Pedro. Para Pedro, porque ele é a pessoa em que a rocha será construído (Ma. 16:19). É Pedro quem está espantado (verso 45) de que o dom do Espírito Santo foi dado aos gentios. Verso 46, Pedro e seus companheiros ouviram falar em línguas estranhas. Este falar em línguas estranhas é COMPREENSÍVEL para eles, porque eles ouviram as pessoas magnificam Deus! Não falando idioma enigmática, NÃO, eles ouviram magnificar Deus. Que é um muito diferente do que os crentes/pastores/presbíteros que agora estão falando em línguas estranhas e ninguém entende o que eles dizem.
Versos 47 e 48 são muito claros. Cornelis e seus companheiros chegam a fé em Jesus Cristo, o Espírito Santo fez habitação. A consequência lógica é que eles deveriam ser batizados com água.
Nota: NÃO é verdade que somente o Espírito Santo faz habitação depois do batismo com água! Primeiro, é chegar a fé, imediatamente seguido a habitação do Espírito Santo, como os versos 43 e 44, depois o batismo com água.

Falar em línguas estranhas

Ao contrário as cartas dos outros apóstolos, é apenas Paulo, que escreve sobre falar em línguas estranhas e ser estendido em 1 Coríntios 14. Aqui Paulo é claro.

Verso 2 Porque o que fala língua estranha não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala de mistérios.

Falar em línguas estranhas é inicialmente um falar com Deus e um NÃO um falar em público. Falar em línguas estranhas, sem explicação, é como o som de uma flauta ou a cítara, sem diferença de tons.
Ho, ho, mas o verso 5 e verso 18? Que Paulo fala em muitas línguas estranhas, não é surpreendente. Paulo torne-se sendo cheio de Espírito Santo para falar em muitas línguas estrangeiras (países estrangeiros que ele visitou, proclamado o Evangelho na ilha após o naufrágio na língua de moradores da ilha). Mas okey, aqui ele se refere provavelmente ao louvor de Deus, falando uma língua incompreensível para humanos.
Mas o verso 19 é claro, ELE NÃO FALA LÍNGUAS ESTRANHAS LONGOS MINUTOS NA IGREJA. Por que? Porque é inútil, não fundamenta e não ensina. Não tem utilidade para os membros da igreja. Versos 27-28 é claro. EXPLICAÇÃO É NECESSARÁRIA, caso contrário um deve permanecer em silêncio. E há uma profecia, então isto É mais importante, do que falar em línguas estranhas. Lembre-se de que o falar em línguas estranhas é menor dom do Espírito Santo.

Pesquisa a fonte do falar em línguas estranhas

Falar em línguas estranhas não deve ser nenhuma expressão de um dom de espírito. Tenho o sentimento que algum crente/pastores/presbíteros fala em público em línguas estranhas, para mostrar seu dom de espírito aos outros. Aqui é, muitas vezes, apenas um falar em línguas estranhas, sem que ninguém saiba o que diz a pessoa, sem que alguém é capaz de dar uma explicação. É por isso que pode ser perigoso falar em línguas estranhas, testemunha o próximo.

Fonte: Internet Bijbelschool (em holandês). Um exemplo de uma irmã na igreja. Eles atingiram o ocultismo depois de uma "mulher de oração" sobre ela tinha orado em línguas estranhas. Isso aconteceu em uma reunião denominacional carismático "Mulher Aglow" movimento de mulheres. A irmã foi, naquela reunião, enganada por uma profecia que a mulher de oração falou em sua palestra. A mulher de oração, disse: "O Senhor me diz que tem alguém aqui, que passa para tempos difíceis, mas o Senhor diz: Eu estou com você." Isto é, claro, aberto um tiro para o gol, porque em todas as reuniões, há alguma pessoa que está sofrendo. Mas a irmã da igreja teve naquele momento difícil, e ela pensou que a "profecia" foi destinada para ela. Depois ela procurou a profetiza. Ele falou sob a profecia e que foi destinado para ela. Também lhes disse algo de sua luta. A mulher de "oração" começou a orar com ela. Ela concordou. Enquanto a mulher de oração orava, que ela pôs a mão no ombro da irmã (imposição de mão!!!!) e depois de algum tempo ela mudou de falar em línguas estranhas (sem traduzão). Daquela noite, na casa da irmã aconteceu todos os tipos de ocultismo (sons, aparências espirituais, ela mesmo fisicamente foi assediada por aparências espirituais) havia um medo terrível sob ela. Ela procurou ajuda no líder de nossa igreja. Depois de uma preparação em oração, alguns irmãos visitá-la. Ela confessou ao Senhor que ela permitiu colocar as mãos no ombro e deixou orar em línguas estranhas. Então os irmãos ordenaram, em nome de Jesus, que os poderes maus não incomodassem ela mais. Os fenômenos ocultos desapareceram a partir daqui. O que esta mulher de oração falando nas línguas estranhas, entregou não era uma bênção do Espírito Santo, mas uma posseção de demônios.
Uma tempo para trás, um irmão da África falou sobre um dos nossos anciãos antigos. Numa grande igreja Pentecostal em Roterdão, ele era um dos participantes. Este ancião falava em línguas estranhas, calúnia terrível em uma língua africana conhecida por ele. Enquanto os cristãos e a pessoa que falava pensavam que era que o Espírito Santo que estava falando. Fonte final.