Deus é Sabedoria  

INSTITUTO EVANGÉLICO BEM DO BRASIL
Rodando Estudo Bíblico

Estudo Bíblico do Apocalipse

Botão 2-102-10Botão 1111Botão 1212Botão 1313Botão 1414Botão 1515Botão 1616Botão 1717Botão 1818Botão 1919

Apocalipse 11

Duas Testemunhas

1 Depois disso recebi uma régua de medir, parecida com um caniço, e me disseram:– Levante-se, tire as medidas do Templo de Deus e do altar e conte as pessoas que estão adorando no Templo. 2 Porém não tire as medidas do pátio exterior do Templo, pois esse pátio foi dado aos pagãos, que pisarão a Cidade Santa durante quarenta e dois meses. 3 Eu enviarei as minhas duas testemunhas, vestidas com roupa feita de pano grosseiro, e elas anunciarão a mensagem de Deus durante mil duzentos e sessenta dias.4 As duas testemunhas são as duas oliveiras e os dois candelabros que estão em pé diante do Senhor do mundo inteiro. 5 Se os seus inimigos tentam maltratá-las, sai fogo da boca dessas duas testemunhas e acaba com eles. Assim, quem quiser maltratá-las precisa ser morto. 6 Elas têm autoridade para fechar o céu a fim de que não chova durante o tempo em que anunciam a mensagem de Deus. Têm autoridade também sobre as águas para que virem sangue. Têm autoridade ainda para ferir a terra com todo tipo de pragas, quantas vezes quiserem.7 Quando as duas testemunhas acabarem de anunciar a sua mensagem, o monstro que vem do abismo lutará contra elas. Ele vencerá e as matará, 8 e os seus corpos ficarão na rua principal da grande cidade onde o Senhor delas foi crucificado. O nome simbólico daquela cidade é Sodoma ou Egito. 9 Durante três dias e meio, os povos de todas as nações, tribos, línguas e raças olharão para esses dois corpos e não deixarão que sejam sepultados. 10 Os povos da terra ficarão felizes com a morte dessas duas testemunhas. Vão comemorar e mandar presentes uns aos outros porque esses dois profetas trouxeram muito sofrimento para a humanidade.11 Mas depois desses três dias e meio um sopro de vida veio de Deus e entrou neles, e eles se levantaram. E todas as pessoas que os viram ficaram com um medo terrível. 12 Aí os dois profetas ouviram uma voz forte, que vinha do céu e lhes dizia:– Subam aqui!Enquanto os seus inimigos olhavam, os dois profetas subiram ao céu numa nuvem. 13 Naquele momento houve um violento terremoto. A décima parte da cidade foi destruída, e morreram sete mil pessoas. As outras ficaram com muito medo e louvaram a grandeza do Deus do céu. 14 O segundo “ai” já passou. Mas olhem! O terceiro “ai” virá logo.15 Então o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu vozes fortes, que diziam:– O poder para governar o mundo pertence agora a Deus, que é o Senhor nosso, e ao Messias que ele escolheu. E Deus reinará para todo o sempre! 16 Aí os vinte e quatro líderes, que estavam sentados nos seus tronos diante de Deus, ajoelharam-se, encostaram o rosto no chão e adoraram a Deus, 17 dizendo:
– Ó Senhor Deus, Todo-Poderoso,que és e que eras!Nós te damos graças porque tu tens usado o teu grande podere começaste a reinar. 18 Os pagãos estão muito furiosos porque já chegou o momento de mostrares a tua irae a hora de os mortos serem julgados.Chegou o momento de recompensares os teus servos, os profetas, e todo o teu povo,e todos os que te temem,tanto os importantes como os humildes.Chegou o momento de destruíres os que matam pessoas na terra!
19 Então se abriu o templo de Deus, que está no céu, e a arca da aliança foi vista lá dentro. E houve relâmpagos, estrondos, trovões, um terremoto e uma forte chuva de pedra.

O que significa isso ?

Tomando as medidas do templo de Deus, também é descrito em Ezequiel 40.

Quarenta e dois meses é igual a 3 anos e meio. E 1260 dias são iguais a 42 meses (mês=30 dias). Este período de 3 ½ anos observou em Daniel 12.

Aparentemente, no período da Grande Tribulação do templo de Jerusalém foi re-construída (destruído em 70 dC). E os gentios voltaram a caminhar no pátio do templo. Mas o povo judeu foi protegido pelo próprio Deus e Ele enviou duas testemunhas que durante 3 anos e meio testemunharam pelo Senhor Deus. Estas duas testemunhas tinham receberam poder sobre a natureza de Deus para evitar a precipitação, mudar a água em sangue, para punir a terra com vários tipos de pragas. Algo que Deus já tinha demonstrado no Antigo Testamento, quando Ele deixou Moisés mostrar o poder de Deus para a Faraó do Egito. Apesar de que a demonstração do poder de Deus, o Faraó em primeira instância não divulgou os israelitas, e depois de o Faraó deixasse os israelitas sair, ele mudou de idéia e mandou um exército atrás deles. Também em Apocalipse lemos que as duas testemunhas demonstraram o poder de Deus, mas a Besta do abismo subiu e matou as testemunhas. Nenhuns dos gentios tentaram evitar isso. O coração do homem é mal e pecador!
Estas duas testemunhas são Moisés e Elias. Moisés foi enterrado na montanha, mas ninguém encontrou seu corpo (Deu 34:6, Judas 1:9). Elijah foi arrebatado para o céu (2 Reis 2:11). Então, estas duas pessoas não morreram, mas ser preservadas para sua tarefa na Grande Tribulação.

Então os corpos dos mortos estava em exibição na grande cidade, onde o seu Senhor foi crucificado. Assim que não pode haver outra cidade de Jerusalém. Sim, as pessoas e as nações estarão tão satisfeitas e alegres que as duas testemunhas estão mortas, que mandaram uns aos outros presentes, para o fato de que eles são aliviados dos algozes (estas duas testemunhas).

Mas eles pareciam ter esquecido que estas duas testemunhas foram enviados por Deus. E depois de três dias e meio, Deus levantou os dois da morte (como Ele ressuscitou Jesus Cristo dos mortos depois de três dias) e caiu grande temor sobre todos os povos e todas as nações. Nós não devemos nos surpreender com o fato de que ele caiu sobre todos os povos e todas as nações da terra, com meios celulares ou seja rádio, televisão, internet e móveis nossa comunicação presente, esta notícia está rapidamente se espalhou ao redor do mundo. E todas as pessoas em toda a terra (através da televisão, internet e celulares) pode ver como as duas testemunhas foram subiu ao céu em uma nuvem.

E o Senhor Deus confirmou seu poder novamente. Ele deixou a terra tremer com um grande terremoto (A fratura Karmel é bem conhecida. Espera-se que esta fratura é vai fazer com que o sismo prevista), de modo que um décimo de Jerusalém e colapso matou sete mil pessoas. Finalmente, o resto ficaram aterrorizados e deram glória ao Deus dos céus. Infelizmente, não por muito tempo.

O sétimo anjo tocou a trombeta e os 24 anciãos (que já conhecemos do Apocalipse 5) adoraram a Deus.

O último verso, nos mostra dois fatos maravilhosos:

  1. Há um templo no Céu.
  2. A arca da Aliança (fora do Tabernáculo e do templo na terra) não é destruído e perdido, mas é atualmente localizado no Céu.

Obviamente, o templo de Jerusalém na terra construído por mãos humanas, não contém a arca de Seu concerto.

Relâmpagos, barulhos, trovões, um terremoto e granizo já vimos em Apocalipse 8. Com Apocalipse 11 nós terminamos o primeiro de 3 ½ anos da Grande Tribulação.

Volta MenuRetorne para acima


Ezequiel 40

1O que vou contar aconteceu no dia dez do ano novo, vinte e cinco anos depois de termos sido levados para o cativeiro e catorze anos depois que Jerusalém foi tomada. Naquele dia, senti a presença poderosa do Senhor. 2 Numa visão, Deus me levou à terra de Israel e me pôs numa montanha muito alta. Na minha frente, vi um grupo de prédios que parecia uma cidade. 3 Ele me levou mais para perto, e vi um homem que parecia de bronze. Ele estava de pé, junto ao lado do portão, e segurava uma fita de medir, feita de linho, e uma vara de medir.4 Ele me disse:– Homem mortal, olhe bem. Escute com cuidado e preste bem atenção em tudo o que lhe vou mostrar, pois você foi trazido aqui por causa disso. Vá contar ao povo de Israel tudo o que você está vendo. 5 Vi um templo, que era cercado por uma muralha. O homem pegou a vara de medir, que tinha três metros de comprimento, e mediu a muralha. A altura era de três metros, e a grossura também. 6 Então ele foi até o portão do lado leste e subiu a escadaria. No alto, mediu a entrada: tinha três metros de extensão. 7 Adiante havia uma passagem, com três salas de cada lado. Cada uma das salas era quadrada e media três metros de cada lado, e as paredes entre elas tinham dois metros e meio. Depois das salas havia uma passagem de três metros de comprimento, que dava para um salão que ficava em frente do Templo. 8-9 Ele mediu esse salão e notou que tinha quatro metros de extensão. O salão estava ligado com o portão que ficava mais perto do Templo, e no seu fim as paredes tinham um metro de grossura. 10 Essas salas de cada lado da passagem eram todas do mesmo tamanho, e as paredes entre elas eram todas da mesma grossura.11 Em seguida, o homem mediu a largura da passagem do portão, e era de seis metros e meio; e o espaço entre os portões, quando abertos, era de cinco metros. 12 Em frente de cada uma das salas havia uma mureta, que tinha meio metro de altura e meio metro de grossura. Essas salas tinham três metros de cada lado. 13 Depois, o homem mediu a distância da parede dos fundos de uma sala até a parede dos fundos da sala do outro lado da passagem, e deu doze metros e meio. 14 O salão da extremidade dava num pátio. Ele mediu o salão e viu que tinha dez metros de largura. 15 O comprimento total da passagem, de fora da porta até a parede mais distante, na última sala, era de vinte e cinco metros. 16 Havia pequenas janelas nas paredes de fora de todas as salas e também nas paredes de dentro. Figuras de palmeiras estavam gravadas nas paredes de dentro, que davam para a passagem. 17 Em seguida, o homem me levou ao pátio de fora. Havia trinta salas encostadas na parede de fora, e na frente delas havia uma área calçada de pedras, 18 em volta de todo o pátio. O pátio de fora ficava mais baixo do que o pátio de dentro.19 Havia um portão em nível mais alto que dava para o pátio de dentro. O homem mediu a distância entre os dois portões, e era de cinqüenta metros. 20 Depois, o homem mediu o portão do norte, que dava para o pátio de fora. 21 As três salas de cada lado da passagem, as paredes que ficavam entre elas e também o salão tinham as mesmas medidas do portão do lado leste. O comprimento total era de vinte e cinco metros; e a largura, doze metros e meio. 22 O salão, as janelas e as figuras de palmeiras gravadas eram iguais aos do portão do lado leste. Havia uma escada de sete degraus, que ia até o portão. E o salão estava no fim, de frente para o pátio. 23 Do outro lado do pátio desse portão do norte havia uma entrada que dava para o pátio de dentro, igual à do lado leste. O homem mediu a distância entre esses dois portões, e deu cinqüenta metros. 24 Depois, o homem me levou para o lado sul, e lá vi outro portão. Ele o mediu, e era do mesmo tamanho que os outros. 25 Nas salas desse portão havia janelas, exatamente como nos outros. O comprimento total era de vinte e cinco metros; e a largura, doze metros e meio. 26 Havia uma escada de sete degraus, que ia até o portão; e o seu salão também estava no fim, de frente para o pátio. Figuras de palmeiras estavam gravadas nas paredes de dentro, que davam para a passagem. 27 Aqui também havia um portão que dava para o pátio de dentro. O homem mediu, e a distância até esse segundo portão era de cinqüenta metros. 28 O homem me levou pelo portão do sul até o pátio de dentro. Ele mediu o portão, e era do mesmo tamanho que os outros. 29-30 As suas salas, o seu salão e as suas paredes de dentro eram iguais aos dos outros portões. Nas salas desse portão também havia janelas. O comprimento total era de vinte e cinco metros; e a largura, doze metros e meio. 31 Havia um salão que dava para o pátio de fora, e por toda a passagem havia figuras de palmeiras gravadas nas paredes. Havia uma escada de oito degraus, que ia até esse portão. 32 O homem me levou pelo portão do lado leste até o pátio de dentro. Ele mediu o portão, e era do mesmo tamanho que os outros. 33 As suas salas, o seu salão e as suas paredes de dentro tinham as mesmas medidas que os outros portões. Havia janelas em toda a volta e também no salão. O comprimento total era de vinte e cinco metros; e a largura, doze metros e meio. 34 O salão dava para o pátio de fora, e por toda a passagem havia figuras de palmeiras gravadas nas paredes. Havia uma escada de oito degraus, que ia até esse portão. 35 Então o homem me levou até o portão do norte. Ele o mediu, e era do mesmo tamanho que os outros. 36 Esse portão também tinha salas, paredes inteiras enfeitadas, um salão e janelas em toda a volta. O comprimento total era de vinte e cinco metros; e a largura, doze metros e meio. 37 O salão dava para o pátio de fora, e por toda a passagem havia figuras de palmeiras gravadas nas paredes. Havia uma escada de oito degraus, que ia até esse portão. 38 No pátio de fora havia uma sala ligada com o portão de dentro. Essa sala dava para o salão que ficava em frente do pátio. Aí eram lavadas as partes dos animais que eram completamente queimados como sacrifícios. 39 Havia quatro mesas, duas de cada lado do salão. Nessas mesas, matavam os animais que eram oferecidos em sacrifício, não só os que eram completamente queimados, mas também os que eram oferecidos para tirar pecados ou culpas. 40 Do lado de fora do salão também havia quatro mesas, duas de cada lado da entrada da porta do norte. 41 Assim, havia quatro mesas dentro do salão, e quatro fora, ao todo oito mesas, sobre as quais eram mortos os animais oferecidos em sacrifício. 42 As quatro mesas, em cima das quais se preparavam os animais que iam ser completamente queimados, eram de pedra cortada. Tinham meio metro de altura e setenta e cinco centímetros tanto de comprimento como de largura. Sobre essas mesas eram colocados todos os instrumentos usados para matar os animais que iam ser oferecidos em sacrifício. 43 Em volta das mesas havia abas de sete centímetros e meio de largura. A carne que ia ser oferecida em sacrifício era colocada em cima das mesas.44 Então ele me levou para o pátio de dentro, onde havia duas salas. Uma, com frente para o sul, ficava ao lado do portão do norte; a outra, com frente para o norte, ficava ao lado do portão do sul. 45 O homem me disse que a sala com frente para o sul era para os sacerdotes que trabalhavam no Templo 46 e a sala com frente para o norte era para os sacerdotes que faziam o serviço do altar. Todos os sacerdotes eram descendentes de Zadoque, que era da tribo de Levi. Só eles tinham o direito de entrar na presença do Senhor para servi-lo. 47 O homem mediu o pátio de dentro: era quadrado, tendo cinqüenta metros de lado. Na frente do Templo havia um altar. 48 O homem me levou até o salão de entrada do Templo. Ele mediu a passagem, na entrada, e tinha dois metros e meio de comprimento por sete de largura. E nos dois lados havia muros de um metro e meio de grossura. 49 O salão de entrada tinha dez metros de comprimento por seis de largura, e havia degraus para subir até lá. Havia duas colunas, uma de cada lado da entrada.

NOOT: Een el is circa 53 cm. Duizend el is circa 533 meter.

VoltaRetorne

Apocalipse 12

1 Então apareceu no céu um grande e misterioso sinal. Era uma mulher. O seu vestido era o sol, debaixo dos seus pés estava a lua, e ela usava na cabeça uma coroa que tinha doze estrelas. 2 A mulher estava grávida e gritava com dores de parto. 3 E apareceu no céu outro sinal: era um enorme dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres e com uma coroa em cada cabeça. 4 Com a cauda ele arrastou do céu a terça parte das estrelas e as jogou sobre a terra. Depois parou diante da mulher grávida a fim de comer a criança logo que ela nascesse. 5 Então a mulher deu à luz um filho, que governará todas as nações com uma barra de ferro. Mas a criança foi tirada e levada para perto de Deus e do seu trono. 6 A mulher fugiu para o deserto, onde Deus havia preparado um lugar para ela. Ali ela será sustentada durante mil duzentos e sessenta dias. 7 Depois houve guerra no céu. Miguel e os seus anjos lutaram contra o dragão, que combateu junto com os seus anjos. 8 Mas o dragão foi vencido, e por isso ele e os seus anjos não puderam mais ficar no céu. 9 O enorme dragão foi lançado fora do céu. Ele é aquela velha cobra, chamada Diabo ou Satanás, que leva todas as pessoas do mundo a pecar. Ele foi jogado sobre a terra, e os seus anjos também foram jogados junto com ele. 10 Então ouvi uma voz forte no céu, que dizia:– Agora chegou a salvação de Deus! Agora Deus mostrou o seu poder como rei! Agora o Messias que ele escolheu mostrou a sua autoridade! Pois o acusador dos nossos irmãos, que estava diante de Deus para acusá-los dia e noite, foi jogado fora do céu.11 Os nossos irmãos o derrotaram por meio do sangue do Cordeiro e da mensagem que anunciaram. Eles estavam prontos para dar a sua vida e morrer. 12 Portanto, ó céu e todos vocês que vivem nele, alegrem-se! Mas ai da terra e do mar! Pois o Diabo desceu até vocês e ele está muito furioso porque sabe que tem somente um pouco mais de tempo para agir. 13 Quando o dragão viu que tinha sido jogado sobre a terra, começou a perseguir a mulher que tinha dado à luz o menino. 14 Porém a mulher recebeu as duas asas de uma grande águia para poder voar para o seu lugar no deserto, onde ela será sustentada durante três anos e meio, livre do ataque do dragão. 15 Então o dragão lançou água da sua boca, como se fosse um rio, atrás da mulher, para que ela fosse arrastada pelas águas. 16 Mas a terra ajudou a mulher, pois a própria terra abriu a boca e engoliu a água que tinha saído da boca do dragão. 17 O dragão ficou furioso com a mulher e foi combater contra o resto dos descendentes dela, isto é, aqueles que obedecem aos mandamentos de Deus e são fiéis à verdade revelada por Jesus. 18E o dragão ficou de pé na praia.

O que significa isso ?

A vista é permitido no Céu, onde Deus habita.

Como o dragão com sete cabeças e chifres foi explicado no versículo 9: E o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás. E a cauda dragões arrastou um terço das estrelas do céu. Aqui ele mostra claramente o poder de Satanás. No entanto, para "um terço das estrelas do céu" Eu não tenho nenhuma explicação. Alguns comentários apontam para Daniel 8:10, onde as estrelas são chamados: exército dos céus. O que ou quem se quer dizer com o "exército dos céus" Também não é explicado em Daniel. Podemos facilmente supor que estas estrelas não deve ser feita literalmente, pois quando Satanás arrastou um terço das estrelas na Terra, a Terra iria queimar completamente. Ele também não pode ser satélites que circulam em torno da terra no céu, porque João vê o objeto como estrelas. E os satélites não dão luz, a não ser pelo varrer para baixo de Satanás, esses satélites queimarem na atmosfera e, em seguida, possivelmente, João poderia ter interpretado isso como estrelas. Mas a Bíblia dá aqui mais nenhuma explicação, a não ser que as estrelas são varridos para baixo na terra, causando nenhum dano à terra. As pessoas da Grande Tribulação vai ver o que se entende por isso.
Se com estrelas são conhecidas como exército dos céus, as estrelas podem apontar para o 1/3 dos anjos que Satanás arrastou em sua queda, e as estrelas são os anjos caídos, ou demônios.

O significado da criança que nasce é incerto. As maiorias dos comentários dizem que a criança, é Jesus. Isso é difícil de acreditar. O evento escrito aqui, está no início do segundo período da Grande Tribulação (veja versículo 6, "em que deve ser sustentada por 1.260 dias"=42 meses=3 anos e meio). Jesus já nasceu na Terra e Ele já foi para o céu, onde Ele está assentado à destra de Deus. Por isso que dificilmente pode ser supor, que Jesus Cristo é nascido de novo no céu, onde esta descrição (em Apocalipse) ocorre.
Uma possível explicação é que com a mulher, o povo de Deus se entende, os judeus (tribo de Judá) e os israelitas. Este povo está sob a proteção de Deus (no céu). O povo de Israel é um momento difícil, esperando a Grande Tribulação e o dragão Satanás quer destruir o povo de Deus.
No Velho Testamento os judeus e israelitas (2 e 10 tribos) é chamado a Noiva (Mulher) de Deus. A Noiva de Cristo é a Igreja. Assim é bem possível que a mulher aqui é o povo de Deus.

Versículo 6 dá um novo começo, ou seja, a mulher fugiu para o deserto, em que para ser alimentada por 1.260 dias. 1260 dias é igual a 42 meses=3 anos e meio. Este número já nós encontramos em Apocalipse 11, o primeiro período da Grande Tribulação. Somados o total do período é de 7 anos para a Grande Tribulação.

Versículo 6 A mulher fugiu para o deserto. Este deserto não é o Céu (apesar versículo 1 começou no Céu, versículo 7 continua no Céu), mas verso 13 diz claramente que este deserto é na terra, por esse tempo, o dragão foi precipitado na terra, onde ele perseguiu a mulher.

Já vimos que grande papel que os anjos estavam executando na Grande Tribulação. O anjo Miguel já foi chamado pelo nome três vezes no Antigo Testamento (Daniel 10 e 12). Até este período de Grande Tribulação, Satanás e seus seguidores tiveram acesso ao Céu a partir da criação e queda do pecado. Agora chegou o momento, e Miguel e seus anjos lutarem contra o dragão (Satanás) e seus anjos maus. Resultando em que Satanás e seus anjos foram derrotados e, definitivamente, o seu acesso ao Céu foi negado. Satanás e seus anjos são derrotados, e não havia mais lugar para eles no céu. E o grande dragão foi precipitado na terra, quero dizer no interior da terra.

Como o Senhor Jesus Cristo protege os cristãos contra Satanás e seus anjos maus durante a sua vida na terra, assim Deus protege a mulher. Deus dá à mulher duas asas para protegê-la contra Satanás, para que ela possa voar para fora do alcance do grande dragão (Satanás). Aqui, a mulher permanece por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, ou três anos e meio, que idêntico ao versículo 6. Uma vez, e tempo, e metade de um tempo também é idêntica à Daniel 7:25.

Mas Satanás não descansou, ele tentou afogar a mulher. Infelizmente para Satanás, Deus é mais poderoso e Deus reina sobre a terra e a natureza. A terra se abriu e consumiu a inundação do dragão. Que linda comparação quando pensamos sobre os israelitas perseguidos pelo exército faraós, os israelitas estavam diante do Mar Vermelho, nenhum corredor para o povo judeu passar. Deus reina na natureza, em seguida, dividiu as águas, de modo que os Israelitas podiam atravessar para o lado oposto. Quando Faraó e seu exército desejaram atravessar também, a água se fechou e o inimigo se afogou e os israelitas haviam passado com segurança as águas. Agora ocorreu o inverso, Satanás derramou água como um rio, e a terra abriu e consumiu o dilúvio e a mulher estava a salvo.

Mas Satanás não cedeu, agora a sua ira foi para a sua prole, que mantinham os mandamentos de Deus e do testemunho de Jesus. Acho que precisamos pensar sobre os 144.000 selados de todas as tribos de Israel (de Apocalipse 7), eles mantiveram Mandamentos de Deus e deu o testemunho de Jesus (pessoalmente, não considerandoJesus como o Salvador dos pecados, mas Jesus como o Messias).

Volta MenuRetorne para acima


Daniel 7

1 Certa noite, durante o primeiro ano de Belsazar como rei da Babilônia, Daniel se deitou na sua cama e sonhou e no sonho teve visões. Quando acordou, ele escreveu aquilo que tinha sonhado. 2 Aqui está o que ele escreveu:No sonho que tive naquela noite, eu vi os ventos soprando de todas as direções e agitando as águas do mar imenso. 3 De repente, saíram do mar quatro monstros enormes, diferentes uns dos outros. 4 O primeiro parecia um leão, mas tinha asas de águia. Enquanto eu olhava, as suas asas foram arrancadas, e ele foi posto de pé para que andasse como homem. E foi dada a ele uma mente humana. 5 O segundo monstro era parecido com um urso. Ele se levantou nas patas de trás e segurava três costelas na boca. E uma voz lhe dizia: "Vá e coma muita carne." 6 Depois, vi o terceiro monstro, e este era parecido com um leopardo. Ele tinha quatro cabeças e nas costas tinha quatro asas, como asas de ave. A este animal foi dada a autoridade para reinar. 7 O quarto monstro que vi naquela visão era terrível, espantoso e muito forte. Tinha enormes dentes de ferro e com eles despedaçava e devorava as suas vítimas; o que sobrava ele esmagava com as patas. Esse monstro era diferente dos outros três e tinha dez chifres. 8 Eu estava olhando os chifres com atenção e notei outro chifre, menor, que nasceu entre os outros. Três chifres foram arrancados para dar lugar a esse chifre menor, que tinha olhos, como os de gente, e uma boca que falava com muito orgulho. 9 Continuei olhando e vi que foram postos alguns tronos. Num deles, assentou-se aquele que sempre existiu. A sua roupa era branca como a neve, e os seus cabelos eram brancos como a lã. O trono e as suas rodas pareciam labaredas de fogo, 10 e de um lugar em frente do trono saía um rio de fogo. Havia ali milhares de pessoas que adoravam aquele que estava sentado no trono, e muitos milhões estavam de pé na presença dele. Começou o julgamento, e foram abertos os livros. 11 Continuei olhando, pois o chifre pequeno ainda estava dizendo palavras orgulhosas. E vi quando o quarto monstro foi morto; e o seu corpo foi despedaçado e jogado no fogo. 12 Quanto aos outros monstros, o poder que tinham foi tirado deles, mas não foram mortos; foi dado a eles mais um pouco de tempo para viverem. 13 Na mesma visão que tive naquela noite, vi um ser parecido com um homem, que vinha entre as nuvens do céu. Ele foi até o lugar onde estava aquele que sempre existiu e foi apresentado a ele.14 Deram-lhe o poder, a honra e a autoridade de rei, a fim de que os povos de todas as nações, línguas e raças o servissem. O seu poder é eterno, e o seu reino não terá fim. 15 As visões me espantaram, e eu fiquei preocupado com o que tinha visto. 16 Cheguei perto de um dos que estavam ali e pedi que me explicasse o que eu tinha visto. Então ele explicou assim: 17– Os quatro monstros enormes são quatro reis que vão dominar o mundo. 18 Mas o reino será dado ao povo do Deus Altíssimo, e esse povo reinará para sempre. 19 Eu quis saber também a explicação a respeito do quarto monstro, que era diferente dos outros três, que era terrível e tinha dentes de ferro e unhas de bronze, que despedaçava e devorava as suas vítimas e que esmagava com as patas aquilo que sobrava. 20 Pedi também que me explicasse os dez chifres que esse monstro tinha na cabeça e o outro chifre que havia crescido, derrubando três chifres; esse chifre, que parecia mais forte do que os outros, tinha olhos e uma boca que falava com muito orgulho. 21 Enquanto eu olhava, esse chifre começou a lutar contra o povo de Deus e estava vencendo, 22 até que chegou aquele que sempre existiu. Ele julgou a favor do povo do Deus Altíssimo, pois havia chegado o tempo de esse povo começar a reinar. 23 A explicação que recebi foi esta:– O quarto monstro é um rei, e o reino dele será bem diferente dos outros. Ele conquistará o mundo inteiro, destruirá todas as nações e as deixará arrasadas. 24 Os dez chifres representam dez reis que governarão esse reino. Depois deles, aparecerá outro rei que será diferente dos primeiros; ele derrotará três reis. 25 Ele falará contra Deus e perseguirá o povo do Deus Altíssimo. Procurará mudar a Lei de Deus e os tempos das festas religiosas. O povo de Deus será dominado por ele durante três anos e meio. 26 Mas depois disso o tribunal o condenará, e assim ele perderá o seu reino, e o seu poder acabará para sempre. 27 Mas o reino, o poder e a glória serão dados ao povo do Deus Altíssimo, e eles governarão o mundo inteiro para sempre; todos os outros povos os servirão, todos lhes obedecerão. 28 Aqui termina a explicação. Eu continuei muito preocupado com os meus pensamentos, e o meu rosto ficou pálido. Mas eu não disse nada a ninguém.

VoltaRetorne

Apocalipse 13

1 Depois vi um monstro que subia do mar. Ele tinha dez chifres e sete cabeças, uma coroa em cada um dos chifres e nomes, que eram blasfêmias, escritos nas cabeças. 2 O monstro que vi parecia um leopardo; os seus pés eram como os de um urso, e a sua boca era como a de um leão. E ao monstro o dragão deu o seu poder, o seu trono e grande autoridade. 3 Uma das cabeças do monstro parecia que tinha recebido um golpe mortal, mas a ferida havia sarado. O mundo inteiro ficou admirado e seguiu o monstro. 4 Todos adoravam o dragão porque ele tinha dado a sua autoridade ao monstro. Eles adoravam também o monstro, dizendo:– Quem é tão forte como o monstro? Quem pode lutar contra ele? 5 Foi permitido ao monstro se gabar da sua autoridade e dizer blasfêmias contra Deus. E ele recebeu autoridade para agir durante quarenta e dois meses. 6 Ele começou a blasfemar contra Deus, contra o seu nome, contra o lugar onde ele mora e contra todos os que vivem no céu. 7 Foi permitido que ele lutasse contra o povo de Deus e o vencesse. E também recebeu autoridade sobre todas as tribos, nações, línguas e raças. 8 Todos os que vivem na terra o adorarão, menos aqueles que, desde antes da criação do mundo, têm o nome escrito no Livro da Vida, o qual pertence ao Cordeiro, que foi morto. 9 Portanto, se vocês quiserem ouvir, escutem bem isto: 10 Quem tem de ser preso será preso; quem tem de ser morto pela espada será morto pela espada.Isso exige que o povo de Deus agüente o sofrimento com paciência e seja fiel.11 Então vi outro monstro, que subia da terra. Ele tinha dois chifres parecidos com os de um carneiro, mas falava como um dragão. 12 Usava toda a autoridade do primeiro monstro, na sua presença. Forçava a terra e todos os que moram nela a adorarem o primeiro monstro, aquele cuja ferida mortal havia sido curada. 13 Esse segundo monstro fez coisas espantosas. Fez com que caísse fogo do céu sobre a terra, na presença de todas as pessoas. 14 E enganou todos os povos da terra, por meio das coisas que lhe foi permitido fazer na presença do primeiro monstro. O segundo monstro disse a todos os povos do mundo que fizessem uma imagem em honra ao outro monstro, que havia sido ferido pela espada e não havia morrido. 15 O segundo monstro recebeu poder de soprar vida na imagem do primeiro, para que ela pudesse falar e matar todos os que não a adorassem. 16 Ele obrigou todas as pessoas, importantes e humildes, ricas e pobres, escravas e livres, a terem um sinal na mão direita ou na testa. 17 Ninguém podia comprar ou vender, a não ser que tivesse esse sinal, isto é, o nome do monstro ou o número do nome dele. 18 Isso exige sabedoria. Quem é inteligente pode descobrir o que o número do monstro quer dizer, pois o número representa o nome de um ser humano. O seu número é seiscentos e sessenta e seis.

O que significa isso ?

O dragão sabemos de Apocalipse 12, a outra besta equipara com os animais descritos nas Daniel 7.

Apesar disso, no final de Apocalipse 11, as nações a honra de Deus e estavam com muito medo, isso só durou pouco tempo. Aqui em Apocalipse 13 lemos que a terra inteira seguiu a Besta. Que a toda a humanidade seguir a Besta, sem surpresa, considerando a comunicação moderna que é transmitida ao redor do mundo muito rapidamente. Algo que ocorre em Jerusalém, é conhecido poucos minutos depois na América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia, de Nova York para Tóquio, a partir de Oslo para Joanesburgo.
Mais uma vez é observado nos 42 meses (de Apocalipse 12), o equivalente a 3 anos e meio (tempo e vezes, e metade de um tempo em Daniel 7:25). Este é o período que Deus permite que Satanás e a Besta para reinar na terra. Neste período, ele é autorizado a lutar contra a nação judaica e Satanás está autorizado a exercer o poder sobre as nações sobre a terra. Que tempo horrível que deve ser, atualmente o poder de Satanás é limitado por Deus e apesar de que há muita miséria na terra ou seja, (a doença, o cancro, deficiência, guerras, fome, catástrofes). Isso vai aumentar muito quando Deus não limitar os poderes de Satanás. Então será revelado o que é viver em cada coração humano. Então será revelado quem o homem escolherá, por Deus ou contra Deus e para satanás. Apocalipse diz: E todos os habitantes, que vivem na terra, vai adorar a Besta, exceto aqueles cujos nomes estão escritos no livro do Cordeiro. Esse livro vemos novamente no julgamento final, em Apocalipse 20:12 "Vi também os mortos, tanto os importantes como os humildes, que estavam de pé diante do trono. Foram abertos livros, e também foi aberto outro livro, o Livro da Vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que cada um havia feito, conforme estava escrito nos livros."

Será um momento muito difícil para aqueles que se recusaram a adorar a Satanás ou a Besta. Em seguida, os crentes serão testadas ao máximo por sua crença em Deus. O versículo 10 diz que não boas razões: "Aqui está uma chamada para a resistência e a fé dos santos." Ai, ai, ai daqueles que vivem nesse momento de grande resistência e sua fé é testada dessa forma.
.Por isso, é muito melhor do que pedir agora que o Senhor Jesus Cristo seja o seu pessoal Salvador e na Sua Vinda a tomar-se no Céu, do que ficar para trás na terra e para fazer a sua escolha durante a Grande Tribulação. Se você, em seguida, escolher a Deus, você ter de suportar os tormentos e torturas da Besta e você deve persistir até que o acabar, apesar de toda a tortura.

Outra besta subiu da terra. E mostrou grandes sinais, e fez cair fogo do céu para a terra. Já. Satanás seduz o homem e todos nós sabemos o vodu pode realizar. E os milagres realizados por seitas de magia, ioga e ocultismo. Portanto, não é surpreendente que a Besta faz grandes sinais e desceu fogo da atmosfera para a terra.

Os povos (as nações) são obrigados a fazer uma imagem, e a imagem foi dado fôlego para que ele pudesse falar. A inteligência artificial dos computadores modernos está crescendo progressivamente e se trabalha duro em inteligência de auto-aprendizagem e software de computador. Nós já sabemos os chips de computador falando em respondedores de telefone ou linhas em espera. O mundo da informática está muito ocupado com reconhecimento de voz e chips que falam. Olhe para as três figuras da Microsoft, eles falam o texto programado. Um adolescente é capaz de deixar a figura falar (em Inglês). Então, nós não precisamos de saber que uma imagem é capaz fôlego e falar.

Agora o animal está presente, a escolha deve ser feita por Deus ou contra Ele e para Satanás. Não há saída!
A Besta e os seus seguidores causar que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos devem escolher. Aqueles que optarem pela Besta (Satanás) vai receber uma marca na mão direita ou na testa. Sem esta marca ninguém pode comprar ou vender.
Então, quando você não tem a marca, você é incapaz de comprar comida ou bebidas, e você não pode ganhar dinheiro, porque você não tem a marca, você não pode vender nada. Então você está entregue à fome, ou você deve roubar e quando você for pego você é forçado a aceitar a marca e escolher contra Deus, ou persistir em sua escolha por Deus e ser atormentado, torturado e morto.
Cada vez menos pode ser comprado com dinheiro, lentamente mas com certeza, pessoas são forçado pagar com cartões de débito ou de crédito. Pensa à introdução do chip na CPF e passaportes. Introdução na Holanda da cartão de transporte publica, os telefones móveis. Com eles o governo pode localizar onde se encontra uma pessoa!

Como é possível que não se pode comprar ou vender alguma coisa? Os meios eletrônicos de pagamento estão a aumentar, se as moedas e as notas são abolidas, e o pagamento só faz possível através de um cartão de leitura eletrônica, pode-se facilmente controlar, então as pessoas com a marca de 666. E o que considerar Europa? Dinheiro nos países da Europa é substituído pelo euro. Então você não pode pagar por mais tempo, nem vender com o dinheiro que tinha. Então, se você não teria a marca de 666, seria muito fácil de se recusar a trocar o seu dinheiro para o euro e depois de 1 de Julho de 2002, apenas euros são aceitos. Então você entende que não é impensável que o homem não pode comprar ou vender sem a marca?

A marca (o número da Besta) é indicado: o número humano é seiscentos e sessenta e seis (ou, em linguagem de computador 0110 0110 0110).

A marca (o número da Besta) é indicado: o número humano é seiscentos e sessenta e seis pode-se facilmente levar esta marca sobre a mão direita ou testa literalmente. Nós só precisamos lembrar o povo judeu, que foram marcados com um número em seus braços nos campos de concentração.
Hitler foi um prenúncio da Besta? Quando transpor a letra A, tal como 100, a letra B a 101, a 102 C, e assim por diante. (E=104; h=107; i=108; l=111; r=117, t=119), em seguida, a palavra Hitler torna-se o número 666 e Hitler já destruiu dezenas de milhões de pessoas. O SS e Gestapo torturaram homens, realizou experimentos médicos com o homem, as pessoas famintas e gaseados do povo judeu.
Que horror deve ser na Grande Tribulação, quando a Besta governar, sem qualquer limite para seus poderes. Na segunda guerra mundial, ainda havia pessoas que eram contra Hitler e pessoas abrigadas em esconderijos e judeus. Na Grande Tribulação, o mundo inteiro vai escolher para a Besta (Satanás) e não haverá esconderijo, então não há pessoas que possam fornecer abrigo e alimento, o mundo inteiro é marcado pelo número 666 na mão direita ou na testa. A menos que você consiga escapar e se refugiar muito bem.

Deus advertiu a humanidade o suficiente. A humanidade teve uma amostra com Hitler, SS, da Gestapo, a segunda guerra mundial e bombas atômicas. Então, a humanidade sabe o que vai aguardar ele durante a Grande Tribulação.
Além disso, os laboratórios secretos de satanistas são conhecidos, que estão a desenvolver todos os tipos de doenças dolorosas. O mosquito é um gosto com o terrível vírus Zika.
A humanidade sabe que esse tempo está chegando, os judeus estão retornando para o estado de Israel. O estado de Israel tem estado em existência de novo desde 1948. É claro que estamos a viver dois minutos antes de doze horas, o tempo do fim é muito breve.
Você já escolheu para o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, ou você ainda está segurando rápido para boas obras, na esperança de ser salvo na base de ir à igreja, ou que Jesus Cristo é uma figura mitológica? Decida antes que seja tarde demais, amanhã pode ser a vinda de Cristo, ou dentro de um segundo, você pode encontrar-se com um acidente fatal.
N Ã O    A T R A S O    S U A   D E C I S Ã O    !!!
   E S C O L H E    P O R    J E S U SS   C O M O   S E U    S A L V A D O R    A G O R A   !!!

Volta menuRetorne para acima


Daniel 7

1 Certa noite, durante o primeiro ano de Belsazar como rei da Babilônia, Daniel se deitou na sua cama e sonhou e no sonho teve visões. Quando acordou, ele escreveu aquilo que tinha sonhado. 2 Aqui está o que ele escreveu:No sonho que tive naquela noite, eu vi os ventos soprando de todas as direções e agitando as águas do mar imenso. 3 De repente, saíram do mar quatro monstros enormes, diferentes uns dos outros. 4 O primeiro parecia um leão, mas tinha asas de águia. Enquanto eu olhava, as suas asas foram arrancadas, e ele foi posto de pé para que andasse como homem. E foi dada a ele uma mente humana. 5 O segundo monstro era parecido com um urso. Ele se levantou nas patas de trás e segurava três costelas na boca. E uma voz lhe dizia: "Vá e coma muita carne." 6 Depois, vi o terceiro monstro, e este era parecido com um leopardo. Ele tinha quatro cabeças e nas costas tinha quatro asas, como asas de ave. A este animal foi dada a autoridade para reinar. 7 O quarto monstro que vi naquela visão era terrível, espantoso e muito forte. Tinha enormes dentes de ferro e com eles despedaçava e devorava as suas vítimas; o que sobrava ele esmagava com as patas. Esse monstro era diferente dos outros três e tinha dez chifres. 8 Eu estava olhando os chifres com atenção e notei outro chifre, menor, que nasceu entre os outros. Três chifres foram arrancados para dar lugar a esse chifre menor, que tinha olhos, como os de gente, e uma boca que falava com muito orgulho. 9 Continuei olhando e vi que foram postos alguns tronos. Num deles, assentou-se aquele que sempre existiu. A sua roupa era branca como a neve, e os seus cabelos eram brancos como a lã. O trono e as suas rodas pareciam labaredas de fogo, 10 e de um lugar em frente do trono saía um rio de fogo. Havia ali milhares de pessoas que adoravam aquele que estava sentado no trono, e muitos milhões estavam de pé na presença dele. Começou o julgamento, e foram abertos os livros. 11 Continuei olhando, pois o chifre pequeno ainda estava dizendo palavras orgulhosas. E vi quando o quarto monstro foi morto; e o seu corpo foi despedaçado e jogado no fogo. 12 Quanto aos outros monstros, o poder que tinham foi tirado deles, mas não foram mortos; foi dado a eles mais um pouco de tempo para viverem. 13 Na mesma visão que tive naquela noite, vi um ser parecido com um homem, que vinha entre as nuvens do céu. Ele foi até o lugar onde estava aquele que sempre existiu e foi apresentado a ele.14 Deram-lhe o poder, a honra e a autoridade de rei, a fim de que os povos de todas as nações, línguas e raças o servissem. O seu poder é eterno, e o seu reino não terá fim. 15 As visões me espantaram, e eu fiquei preocupado com o que tinha visto. 16 Cheguei perto de um dos que estavam ali e pedi que me explicasse o que eu tinha visto. Então ele explicou assim: 17– Os quatro monstros enormes são quatro reis que vão dominar o mundo. 18 Mas o reino será dado ao povo do Deus Altíssimo, e esse povo reinará para sempre. 19 Eu quis saber também a explicação a respeito do quarto monstro, que era diferente dos outros três, que era terrível e tinha dentes de ferro e unhas de bronze, que despedaçava e devorava as suas vítimas e que esmagava com as patas aquilo que sobrava. 20 Pedi também que me explicasse os dez chifres que esse monstro tinha na cabeça e o outro chifre que havia crescido, derrubando três chifres; esse chifre, que parecia mais forte do que os outros, tinha olhos e uma boca que falava com muito orgulho. 21 Enquanto eu olhava, esse chifre começou a lutar contra o povo de Deus e estava vencendo, 22 até que chegou aquele que sempre existiu. Ele julgou a favor do povo do Deus Altíssimo, pois havia chegado o tempo de esse povo começar a reinar. 23 A explicação que recebi foi esta:– O quarto monstro é um rei, e o reino dele será bem diferente dos outros. Ele conquistará o mundo inteiro, destruirá todas as nações e as deixará arrasadas. 24 Os dez chifres representam dez reis que governarão esse reino. Depois deles, aparecerá outro rei que será diferente dos primeiros; ele derrotará três reis. 25 Ele falará contra Deus e perseguirá o povo do Deus Altíssimo. Procurará mudar a Lei de Deus e os tempos das festas religiosas. O povo de Deus será dominado por ele durante três anos e meio. 26 Mas depois disso o tribunal o condenará, e assim ele perderá o seu reino, e o seu poder acabará para sempre. 27 Mas o reino, o poder e a glória serão dados ao povo do Deus Altíssimo, e eles governarão o mundo inteiro para sempre; todos os outros povos os servirão, todos lhes obedecerão. 28 Aqui termina a explicação. Eu continuei muito preocupado com os meus pensamentos, e o meu rosto ficou pálido. Mas eu não disse nada a ninguém.

VoltaRetorne

Volta MenuRetorne para acima

Apocalipse 14

1 E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai. 2 E ouvi uma voz do céu como a voz de muitas águas e como a voz de um grande trovão; e uma voz de harpistas, que tocavam com a sua harpa. 3 E cantavam um como cântico novo diante do trono e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. 4 Estes são os que não estão contaminados com mulheres, porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vai. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. 5 E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus. 6 E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, 7 dizendo com grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, porque vinda é a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. 8 E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu! Caiu Babilônia, aquela grande cidade que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição! 9 E os seguiu o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a Besta e a sua imagem e receber o sinal na testa ou na mão, 10 também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.11 E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a Besta e a sua imagem e aquele que receber o sinal do seu nome. 12 Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. 13 E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam. 14 E olhei, e eis uma nuvem branca e, assentado sobre a nuvem, um semelhante ao Filho do Homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro e, na mão, uma foice aguda. 15 E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice e sega! É já vinda a hora de segar, porque já a seara da terra está madura! 16 E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada.17 E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda. 18 E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras! 19 E o anjo meteu a sua foice à terra, e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no grande lagar da ira de Deus. 20E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.

O que significa isso ?

Que poder de Deus. Apesar de todo o poder que é dado a Satanás, 144.000 testemunhas das tribos de Israel (Apocalipse 7) foram salvos durante a Grande Tribulação e da Besta e Satanás não foi capaz de matá-los. O Cordeiro, Jesus, o Messias, retorna à terra e mostra-se no monte Sião (Monte das Oliveiras, ver também Zacarias 12:9-10 e 14:1-4). Um anjo de Deus voa através do céu e proclama o evangelho eterno: "Temei a Deus e dai-lhe glória, porque a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu e a terra." Isso significa muito claramente que Deus espera de todas as pessoas o reconhecimento de que Ele é Deus e que Ele criou o céu e a terra. A Ele só o homem deve temer e adorar. Nem uma única pessoa excluída tem uma desculpa, pois Deus se mostra através da natureza e criação. Ninguém tem uma desculpa de que ele ou ela não ouviu o evangelho de Jesus Cristo, Deus pode ser encontrado em sua criação. Distinguir Sua existência, significa distinguir o Seu poder. Negando a criação de Deus, é blasfêmia pura e qualquer pessoa que faz isso deveria temer o julgamento de Deus, pois tal pessoa não teme a Deus nem adorá-Lo.

E o segundo anjo anunciou a queda de Babilônia. Babilônia e sua queda são descritos em Apocalipse 18.

E o terceiro anjo prometeu com grande certeza, que todo aquele que adorar a Besta ou a imagem, vai experimentar a ira de Deus. Essa pessoa vai ser torturado pelo fogo e enxofre (veja Apocalipse 20:11-15) em toda a eternidade.

Bem-aventurados são aqueles que não cedem à besta e a imagem durante a Grande Tribulação, e que estavam dispostos a morrer para o Senhor Deus. Eles podem descansar em paz depois de suas torturas e eles serão recompensados ​​pelo Senhor Deus.

E assentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, com uma coroa de ouro na cabeça. Quem mais pode ser isso que o Senhor Jesus Cristo, o Messias. Também em Daniel 7:13 já é uma indicação de que "com as nuvens do céu, veio um como filho do homem". Jesus chamou a Si mesmo o Filho do Homem, que enviará os seus anjos para reunir fora do seu Reino em Mateus 13:41. E em Mateus 25:31 Jesus diz: "E, quando o Filho do Homem vier em sua glória, e todos os santos anjos, com ele, então, se assentará no trono da sua glória." E Lucas escreve em 21:27 "E, então, verão vir o Filho do Homem numa nuvem, com poder e grande glória".

E um anjo passou a foice sobre a terra e recolheu a colheita, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus. E o sangue jorrou, tanto quanto um mil, seiscentos estádios (cerca de 200 milhas). Quão grande é a ira de Deus, a humanidade é punido por seus pecados. E voltando-se contra o Senhor Deus, significa que a ira de Deus, derrama o sangue humano tanto quanto um mil, seiscentos estádios (cerca de 200 milhas), o comprimento total do estado de Israel. Que horror, que a humanidade é capaz de levantar a ira de Deus.
Deus é Amor, mas também é justiça, Ele não pode ignorar (dar subsídios) pecados humanos. Estas pessoas têm deliberadamente, voluntária e conscientemente, apesar de todas as demonstrações de poder de Deus, apesar de que Deus ter mostrado a sua existência, apesar do testemunho de 144.000 testemunhas (o mundo completo é atingido por televisão e rádio), apesar de, apesar .. .. essas pessoas têm muito conscientemente escolhido para adorar a Besta, e Satanás e voltou-se contra o Senhor Deus. Sua punição é a morte, a morte eterna no lago de fogo.

Volta MenuRetorne para acima


Apocalipse 15

1 E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos que tinham as sete últimas pragas, porque nelas é consumada a ira de Deus. 2 E vi um como mar de vidro misturado com fogo e também os que saíram vitoriosos da Besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro e tinham as harpas de Deus. 3 E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor, Deus Todo-poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos! 4 Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso, todas as nações virão e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos.5 E, depois disto, olhei, e eis que o templo do Tabernáculo do testemunho se abriu no céu. 6 E os sete anjos que tinham as sete pragas saíram do templo, vestidos de linho puro e resplandecente e cingidos com cintos de ouro pelo peito. 7 E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete salvas de ouro, cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre. 8 E o templo encheu-se com a fumaça da glória de Deus e do seu poder; e ninguém podia entrar no templo, até que se consumassem as sete pragas dos sete anjos.

O que significa isso ?

João vê algo como um mar de vidro misturado com fogo.O próprio João é não é capaz de reconhecer o que ele está vendo, não há uso em nós para adivinhar o que isso pode significar. Fato é que aqueles que não adoram a Besta ea imagem (e têm dado suas vidas), eles são os únicos verdadeiros conquistadores, cantavam o cântico do Cordeiro, e herdará a vida eterna na nova terra.

A tenda do testemunho é o Tabernáculo (veja Êxodo 38:21).

Estamos nos aproximando do final da Grande Tribulação. Primeiro um olhar é permitido no Céu e pode-se ver o que está acontecendo no templo no Céu. O templo está cheio de fumaça (incenso) por causa da glória de Deus, e os anjos carregam as sete pragas que anunciam o fim da Grande Tribulação.


Apocalipse 20:11-15

11 Então vi um grande trono branco e aquele que está sentado nele. A terra e o céu fugiram da sua presença e não foram vistos mais. 12 Vi também os mortos, tanto os importantes como os humildes, que estavam de pé diante do trono. Foram abertos livros, e também foi aberto outro livro, o Livro da Vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que cada um havia feito, conforme estava escrito nos livros. 13 Aí o mar entregou os mortos que estavam nele. A morte e o mundo dos mortos também entregaram os que eles tinham em seu poder. E todos foram julgados de acordo com o que cada um tinha feito. 14 Então a morte e o mundo dos mortos foram jogados no lago de fogo. Esse lago de fogo é a segunda morte. 15 Quem não tinha o seu nome escrito no Livro da Vida foi jogado no lago de fogo.

VoltaRetorne

Volta MenuRetorne para acima

Apocalipse 16

1 E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide e derramai sobre a terra as sete taças da ira de Deus. 2 E foi o primeiro e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da Besta e que adoravam a sua imagem. 3 E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda alma vivente. 4 E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue. 5 E ouvi o anjo das águas que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas. 6 Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste sangue a beber; porque disto são merecedores. 7 E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor, Deus Todo-poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos. 8 E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. 9 E os homens foram abrasados com grandes calores, e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória. 10 E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da Besta, e o seu reino se fez tenebroso; e os homens mordiam a língua de dor. 11 E, por causa das suas dores e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu e não se arrependeram das suas obras.12 E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do Oriente. 13 E da boca do dragão, e da boca da Besta, e da boca do falso profeta vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs, 14 porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-poderoso. 15 (Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.) 16 E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. 17 E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito! 18 E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande terremoto, como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. 19 E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. 20 E toda ilha fugiu; e os montes não se acharam. 21 E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva, porque a sua praga era mui grande.

Consequências de desastre nuclear Tumores nuclear

O que significa isso ?

O Apocalipse 16 anuncia o fim da Grande Tribulação.
Aqui começa o derramamento da ira de Deus sobre a humanidade e podemos facilmente fazer uma comparação das pragas de Deus sobre o Egito por Moisés, quando o faraó não queria libertar os israelitas do Egito (veja Êxodo 7-14).

O primeiro anjo derrama sua taça sobre a terra, e feridas sujas e mal veio sobre os homens. Que tipo de feridas são estas? Podemos apenas imaginar, eles poderiam ser qualquer coisa, úlceras, que sair como tumores (Êxodo 09:10), câncer, tumores de radiação (bomba atômica, as centrais nucleares?) Podemos hoje considerar qualquer coisa, só Deus sabe. Mas fato é que elas vão ocorrer.

O segundo anjo derrama sua taça no mar e torna-se como sangue, porque todos os seres vivos no mar são mortos. Bem a humanidade já está a destruir toda a vida no mar (poluição, exploração de petróleo, os desastres de petróleo, e assim por diante). Então não é nenhuma surpresa que Deus Todo-Poderoso é capaz de matar todas as coisas no mar causando o sangue das criaturas para colorir o mar de vermelho. Ou o que pensar de uma explosão nuclear ou grande terremoto no oceano. Sabemos dos grandes fraturas no mar, o que pode causar um grande terremoto. Como será? Deus é Todo-Poderoso, Ele controla o céu e terra e da natureza. Ele tem o poder de todas as maneiras para matar todas as criaturas no mar e ser cheio de sangue.

O terceiro anjo derrama sua taça nos rios e nas fontes das águas se tornou em sangue. Mais uma vez, olhar para trás para Moisés, que sob o comando de Deus bateu na água com a sua vara e todos os peixes morreram no rio Nilo e o Nilo se transformou em sangue, e com horrível cheiro e a água tornou-se intragável. Em Apocalipse os rios e fontes do mundo se transformarão em sangue. Que cheiro por todo o mundo, todos os seres vivos nos oceanos, mares, rios e fontes estarão todos mortos. Além do cheiro e sem água potável, reduz também a oferta de alimentos.
O cheiro que muitas pessoas tem experimentado, considere peixe podre em um dia muito quente, ou devido ao botulismo.
Na Grande Tribulação, que deve ser um pesadelo para o homem que vive na terra: olfato, cheirar e sentir o cheiro de novo e terrível sede, pois não há água potável. A maioria definitivamente nenhum prazer. Aqui Deus deixa muito claro, só existe um Deus que tem todo o poder e todos os controles. Não o homem, mas Deus. Só Deus é Todo-Poderoso. Ele controla a terra, não o homem e também não Satanás. Ele é o Criador, Ele criou toda a vida, peixes, pássaros, animais, gado e pessoas. Eles pertencem a ele. E os homens com sua inteligência estipulado, deve glorificar a Deus por isso, e deve adorar o Senhor Deus. Se os homens se recusam, que eles devem aceitar as conseqüências de suas próprias ações.

Por que Deus é justiça? Porque Deus alertou a humanidade suficientemente. Mas o homem tem ignorado os avisos entregues pelos profetas, pregadores, vigários, e Sua Palavra, a Bíblia. Sim, ainda pior, o homem matou os profetas e pregadores. Ora, Deus é punição. Como o homem pune um assassino, por isso Deus castiga a humanidade pelo assassinato de Seus profetas e aqueles que proclamaram a Palavra de Deus. Julgamentos de Deus são justos e verdadeiros.

O quarto anjo derrama sua taça sobre o sol para queimar os homens com calor.
Impossível e estranho? Será que nós já lemos, que quanto mais nos aproximamos o tempo do final, também o conhecimento está aumentando? Quantos problemas têm que ter os ambientalistas tomar para evitar a destruição da humanidade (pessoas desejando riquezas e industriais) e os danos da camada de ozônio. Sem camada de ozônio, que pode resultar em um forte calor do sol sobre a terra.
Apesar deste aviso de Deus para a humanidade, a humanidade não se converte. Assim como em Egito, os egípcios e também o Faraó se recusou a converter-se ao Senhor Deus. Mas como é com você mesmo, você já converteu-se a Deus e o cristianismo, e aceitou o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal Quem morreu pelos seus pecados? Ou você ainda está esperando, ainda adiar a sua decisão, até que seja tarde demais e Deus endurece seu coração, devido ao fato de que você continua adiando apesar de amor e paciência de Deus, e continuou se recusando a escolher para a Graça e Amor de Deus?

O quinto anjo derrama sua taça sobre a Besta. Agora a Besta, Satanás e seus anjos maus são punidos. Apesar disso, eles continuam a colocar a humanidade contra Deus.

O sexto anjo derrama sua taça sobre o rio Eufrates. O Senhor Deus prepara e abre o caminho para as nações (Isaías 11:15-16) para atacar o Estado de Israel, para os reis do oriente. Leste de Israel são Síria, Jordânia, Iraque e Iran. Todos nós sabemos que, atualmente, o Iraque é o maior perigo. O número dos gentios a serem salvos ainda não está completo. Ainda assim a humanidade tem a oportunidade de converter e aceitar Jesus Cristo como seu Salvador pessoal.
O dragão (satanás) e os animais começam a arrebanhar as nações da terra para derrotar Deus e tentar acabar com o domínio de Deus. E as nações estarão reunidas no Armagedom. Armageddon (hebraico) significa a montanha de Megido. Isto levanta um problema, porque Megido não é uma montanha (ou que se tornou uma montanha devido ao terremoto?), mas uma planície entre o mar da Galiléia e do Mediterrâneo. No passado, as grandes batalhas ocorreram aqui (Juízes 5:19, Reis 23:29, 2 Crônicas 35:22). No entanto, aqui a batalha final entre Deus e os homens, juntamente com Satanás terá lugar. Aqui Jesus Cristo virá como um ladrão na noite para ajudar a Sua nação de Israel e destruir o homem hostil e derrotar satanás. O quinto anjo derrama sua taça sobre a Besta. Agora a Besta, Satanás e seus anjos maus são punidos. Apesar disso, eles continuam a colocar-se contra Deus.

E o sétimo anjo derrama a sua taça no ar, e uma grande voz do (Celestial) templo, do trono (de Jesus Cristo no Céu) diz: está feito. O que está feito? Feito é que tornou-se claro que:

  • O homem é pecador por natureza e é contra Deus
  • O homem vai para a guerra contra Deus tentado a sair do domínio do Todo-Poderoso
  • O número total dos gentios é alcançado (Romanos 11:25-28).
  • Satanás e seus seguidores são derrotados.

Depois segue-se um grande terremoto (hoje esta fratura é conhecido), tão grande que a grande cidade Babilônia se divide em três partes (embora geralmente com a grande cidade, a cidade de Jerusalém é significado, aqui a partir do contexto, é claro que a Babilônia é significado).
Mas presente, Babilônia não existe. Isso é assim. Eu acho que as explicações sãopossível:

  1. Babilônia simbolicamente, como uma representação de pessoas, que são contra Deus e em favor da riqueza e do poder
  2. Babilônia como uma cidade que será construída no tempo do fim (Iraque ou Teerã? ou será Dubai?)

E toda a ilha fugiu e os montes não foram encontrados (veja Apocalipse 6:14). E grandes pedras de granizo, pesados como um quintal (um quintal é de cerca de 50 kg), caiu sobre os homens do céu. Hoje em dia vemos granizo aumentando de tamanho. Eu acho que o presente registro está mantendo em 10 quilogramas.
Deus é Todo-Poderoso. Ele controla a natureza. Como o homem nunca deve esquecer esse fato. Atualmente ele está desfrutando um período do Amor de Deus e da graça de Deus no Senhor Jesus Cristo, para aceitar o perdão de nossos pecados. Depois é o tempo do fim, o tempo da ira de Deus. Sejamos gratos que o Senhor Deus nos revelou o tempo do fim, com o objetivo de alertar a humanidade para esse período horrível. Sejamos gratos a Deus, para que Ele ainda nos dá tempo para tomar uma decisão. Mas também li que o Senhor Jesus Cristo vem como um ladrão de noite (Mateus 24:43-44, 1 Tessalonicenses 5:02, Apocalipse 16:15).
Portanto, não adiar a sua decisão mais, pois ninguém sabe a hora, Jesus Cristo não, só o Pai Mateus 24:36).
Portanto, não adiar a sua decisão, se você ainda está vivendo longe de Deus, FAÇA sua escolha para o Senhor Jesus Cristo, antes QUE SEJA TARDE DEMAIS !!!

Volta MenuRetorne para acima


Isaías 11:15-16

E o Senhor destruirá totalmente o braço de mar do Egito, e moverá a sua mão contra o rio com a força do seu vento, e, ferindo-o, dividi-lo-á em sete correntes, que qualquer atravessará com calçados.E haverá caminho plano para os resíduos do seu povo que restarem da Assíria, como sucedeu a Israel no dia em que subiu da terra do Egito.

VoltaRetorne


Romanos 11:25-28

25Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. 26 E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades. 27 E este será o meu concerto com eles, quando eu tirar os seus pecados. 28 Assim que, quanto ao evangelho, são inimigos por causa de vós; mas, quanto à eleição, amados por causa dos pais.Assim:
  De Sião virá o Libertador
  Ele desviará de Jacó as impiedades
  E meu concerto com eles
  Quando eu tirar os seus pecados.

VoltaRetorne

Apocalipse 17

1 E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas, 2 com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição. 3 E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma Besta de cor escarlate, que estava cheia de nomes de blasfêmia e tinha sete cabeças e dez chifres. 4 E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, adornada com ouro, e pedras preciosas, e pérolas, e tinha na mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição. 5 E, na sua testa, estava escrito o nome: Mistério, a Grande Babilônia, a Mãe das Prostituições e Abominações da Terra. 6E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos e do sangue das testemunhas de Jesus. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração. 7 E o anjo me disse: Por que te admiras? Eu te direi o mistério da mulher e da Besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez chifres. 8 A Besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição. E os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão vendo a Besta que era e já não é, mas que virá.9 Aqui há sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. 10 E são também sete reis: cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. 11 E a Besta, que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. 12 E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão o poder como reis por uma hora, juntamente com a Besta. 13 Estes têm um mesmo intento e entregarão o seu poder e autoridade à besta. 14 Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, eleitos e fiéis. 15 E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e línguas. 16 E os dez chifres que viste na Besta são os que aborrecerão a prostituta, e a porão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo. 17 Porque Deus tem posto em seu coração que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus. 18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

Imagem da Besta

O que significa isso ?

Para mais informações sobre a Babilônia, ver Jeremias 50 e 51.

A Besta escarlate (dragão vermelho), com sete cabeças e dez chifres que já se reuniram em Apocalipse 12.

E na sua testa estava escrito um nome de mistério:. A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra.
Já vimos que os que pertencem a Satanás receberão o sinal 666 em sua mão direita ou na testa, e que as testemunhas de Deus também receberão uma marca com o selo de Deus. Agora vemos uma mulher com o nome de Babilônia em sua testa.
Babilônia é explicada mais por aqui, ela representa a mãe das prostituições (a que damos o significado de tudo o que vai contra a vontade de Deus: as obras da carne (Gálatas 5:19-21)) e os horrores da terra (assassinando testemunhas de Deus e da rejeição do amor, o pecado de Deus e desejos para os assuntos materiais). Ela está embriagada de assassinar os santos que tinham escolhido por Deus e bêbados de assassinar as testemunhas de Jesus.

E o anjo disse: "Por que admiras? Vou dizer-lhe o mistério." Apesar da explicação dada, continua a ser um grande quebra-cabeça para os teólogos. As opiniões são muito divididas sobre o significado dos sete reis, dos quais cinco caíram, um existe, e o outro ainda não chegou. Também em Daniel 7, que também fala de reis, não dá clareza.
Para os crentes cristãos não é muito importante. Aqueles que lêem esta parte do Apocalipse, durante a Grande Tribulação estarão livres, sem dúvida, não precisam entender este capítulo.
O fato é que Deus é Todo-Poderoso e Ele cumpre Seu Plano. Porque Deus tem posto em seu corações para realizar seu propósito e ....

Volta MenuRetorne para acima


Apocalipse 18

1 E, depois destas coisas, vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória. 2 E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu! Caiu a grande Babilônia e se tornou morada de demônios, e abrigo de todo espírito imundo, e refúgio de toda ave imunda e aborrecível! 3 Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição. Os reis da terra se prostituíram com ela. E os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias. 4 E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados e para que não incorras nas suas pragas. 5 Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela. 6 Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber, dai-lhe a ela em dobro. 7 Quanto ela se glorificou e em delícias esteve, foi-lhe outro tanto de tormento e pranto, porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, não sou viúva e não verei o pranto. 8 Portanto, num dia virão as suas pragas: a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo, porque é forte o Senhor Deus, que a julga.9 E os reis da terra, que se prostituíram com ela e viveram em delícias, a chorarão e sobre ela prantearão, quando virem a fumaça do seu incêndio. 10 Estarão de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! Ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! Pois numa hora veio o seu juízo. 11 E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra, porque ninguém mais compra as suas mercadorias: 12 mercadorias de ouro, e de prata, e de pedras preciosas, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlata; e toda madeira odorífera, e todo vaso de marfim, e todo vaso de madeira preciosíssima, de bronze e de ferro, e de mármore;13 e cinamomo, e cardamomo, e perfume, e mirra, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e cavalgaduras, e ovelhas; e mercadorias de cavalos, e de carros, e de corpos e de almas de homens. 14 E o fruto do desejo da tua alma foi-se de ti, e todas as coisas gostosas e excelentes se foram de ti, e não mais as acharás. 15 Os mercadores destas coisas, que com elas se enriqueceram, estarão de longe, pelo temor do seu tormento, chorando, e lamentando, 16 e dizendo: Ai! Ai daquela grande cidade, que estava vestida de linho fino, de púrpura, de escarlata, adornada com ouro e pedras preciosas e pérolas! Porque numa hora foram assoladas tantas riquezas. 17 E todo piloto, e todo o que navega em naus, e todo marinheiro, e todos os que negociam no mar se puseram de longe. 18 E, vendo a fumaça do seu incêndio, clamaram, dizendo: Que cidade é semelhante a esta grande cidade? 19 E lançaram pó sobre a cabeça e clamaram, chorando, e lamentando, e dizendo: Ai! Ai daquela grande cidade, na qual todos os que tinham naus no mar se enriqueceram em razão da sua opulência! Porque numa hora foi assolada. 20 Alegra-te sobre ela, ó céu, e vós, santos apóstolos e profetas, porque já Deus julgou a vossa causa quanto a ela.21 E um forte anjo levantou uma pedra como uma grande mó e lançou-a no mar, dizendo: Com igual ímpeto será lançada Babilônia, aquela grande cidade, e não será jamais achada. 22 E em ti não se ouvirá mais a voz de harpistas, e de músicos, e de flauteiros, e de trombeteiros, e nenhum artífice de arte alguma se achará mais em ti; e ruído de mó em ti se não ouvirá mais; 23 e luz de candeia não mais luzirá em ti, e voz de esposo e de esposa não mais em ti se ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feitiçarias. 24 E nela se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na terra.

O que significa isso ?

Apocalipse 18 mostra o julgamento final de Deus, a humanidade dizendo que eu não preciso de Deus, eu sou rico e poderoso. Em um único golpe, Deus termina esta riqueza e poder. E os relógios mundiais surpreenderão. E chorarão na terra, pois eles também perderam sua fonte de renda e perderam a mercadoria. O mundo construído sobre as questões de terra, poderes e riquezas. Como transitória são essas coisas terrenas! Sozinho o que o homem constrói para Deus, que é imperecível (1 Co 3:11-15).
Babilônia torna-se ao mesmo tempo e para a eternidade, para todas as eternidades completamente destruídos. E com a Babilônia, e tudo o que ele representa, o homem com sua natureza pecaminosa, contra Deus, Satanás, a Besta, os anjos maus, e da vontade humana, e da construção humana de poder e riqueza. Isso tudo é destruído, apenas UM tem o poder, ou seja, Deus Todo-Poderoso, Criador do Céu e da Terra.

Retorne para acimaRetorne para acima


Apocalipse 19

1 E, depois destas coisas, ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor, nosso Deus, 2 porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos. 3 E outra vez disseram: Aleluia! E a fumaça dela sobe para todo o sempre. 4 E os vinte e quatro anciãos e os quatro animais prostraram-se e adoraram a Deus, assentado no trono, dizendo: Amém! Aleluia! 5 E saiu uma voz do trono, que dizia: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, tanto pequenos como grandes. 6 E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! Pois já o Senhor, Deus Todo-poderoso, reina. 7 Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. 8 E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.9 E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus. 10 E eu lancei-me a seus pés para o adorar, mas ele disse-me: Olha, não faças tal; sou teu conservo e de teus irmãos que têm o testemunho de Jesus; adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia11 E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. 12 E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo. 13 E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. 14 E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro. 15 E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso. 16 E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. 17 E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde e ajuntai-vos à ceia do grande Deus, 18 para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam, e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes.19 E vi a Besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo e ao seu exército. 20 E a Besta foi presa e, com ela, o falso profeta, que, diante dela, fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da Besta e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre. 21 E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes.

O que significa isso ?

As 24 anciãos e os 4 animais que já mencionamos no início em Apocalipse 4. Novamente aqui eles cantam a Deus toda a glória e honra. Deus venceu, e no final da Grande Tribulação está próxima. Babilônia é destruída e, ao final deste capítulo também a Besta, Satanás e seus anjos maus será derrotado.

Agora, o momento do casamento chegou, o casamento do Cordeiro (veja Mateus 22:1-14; 25:1-13).

No versículo 10, João prostrou-se diante dos pés do anjo, que orientou João na visão. Imediatamente o anjo reagiu com: "Você não deve fazer isso!" Ao homem não é permitido adoração aos anjos, nem cair (ajoelhar) diante deles. Homem e os crentes podem SOMENTE adorar a Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo e só cair (ajoelhar) diante de Deus, e mais ninguém, nenhum homem e nenhum anjo, nem nenhum santo!
O anjo explicou porquê: "Eu sou um servo como você e seus irmãos, que têm o testemunho de Jesus, Adorar a Deus." O anjo diz em palavras claras, sou um servo, o Senhor Deus dá-me ordens, que eu obedeço. Os anjos se identificam mais, ou seja, ele é um anjo de Deus (que tem o testemunho de Jesus), e não um anjo que pertence a Satanás. E o anjo dá uma instrução: "Adorar a Deus!" Aqui vemos também a humildade do anjo. Anjos que podem aparecer na presença de Deus e pode olhar para o rosto de Deus. Quanto mais devemos nós crentes pecadores têm respeito por Deus e cair diante Dele quando estamos orando e adorando a Deus.

E João viu o Céu aberto e ele viu o Senhor Jesus Cristo, o Seu nome é chamado a Palavra de Deus (vs. 14), vestida com um manto, salpicada de sangue. O Senhor Jesus Cristo foi a pessoa crucificado na cruz do Gólgota. Suas mãos eram perfuradas por pregos e seu lado foi perfurado com uma lança. Ele deu o Seu sangue para o pecador.
Quem outro, em seguida, o Senhor Jesus Cristo pode ser chamado:. Rei dos reis e Senhor dos Senhores.

Finalmente segue o fim, o fim da Grande Tribulação. Aqui vamos continuar a partir Apocalipse 16:15, a batalha do Armagedom. A Besta e todas as nações da terra se reúnem e se organizam para fazer a guerra contra o Senhor Jesus Cristo. E o Senhor Jesus Cristo vence a todos, e cada um é capturado a Besta, o falso profeta e todos os que aceitaram a marca da Besta 666, todos eles são lançados no lago de fogo, que arde com enxofre.

Que fim horrível para a pessoa que decidiu de forma incorreta. Eles pensaram que a Besta (Satanás) tinha o poder, eles seguiram o falso profeta, eles escolheram contra Deus, eles escolheram para o prazer, poder e riqueza. Eles escolheram contra a Misericórdia de Deus e contra o amor de Deus revelado em Jesus Cristo. Agora seu destino é o lago de fogo, onde vão continuar a ser para sempre por toda a eternidade. O seu destino NÃO participa na festa das bodas do Cordeiro, seu destino não está sendo para sempre junto com Deus.

Qual é a sua escolha?
Você (agora finalmente) que fazem?
O Apocalipse abriu os seus olhos? Ou você diz, bem é um horror, mas é um mito. Você ainda não acredita ainda que o que se revelou à humanidade por Deus para João 2000 anos passados, e nós, neste século 21, somos capazes de explicar mais e mais, que ele realmente é a Palavra de Deus. E já que é a Palavra de Deus, você pode ter certeza de 100% que o que está escrito, irá ocorrer.
Converta-se ao cristianismo, antes que seja muito tarde, eu não posso te forçar. Confesse seus pecados e aceite Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor.
Caia de joelhos e ore a Deus, confesse que você é um pecador, pessa perdão dos pecados, diga honestamente que você não entende tudo muito bem e pede a Deus para explicar tudo com mais clareza. Resista a Satanás e seus anjos maus, que não querem que você pertença ao Senhor Jesus Cristo. Mas seja forte, não dê chance a Satanás e seus seguidores, determine o seu próprio destino e opte por Deus e contra Satanás. Não deixe que este horror da Grande Tribulação venha sobre você, mas vá a pertencer a quem pode sentar-se na festa das bodas do Cordeiro e que podem desfrutar da vida eterna com Deus.

Se você tiver alguma dúvida, não hesite em perguntar-nos, use a seção Perguntas ?
Ou visite um pregador (evangélico) que é capaz de responder a sua pergunta, visite uma Bíblia grupo de estudo. Não fique sozinho, mas o contato verdadeiros cristãos, que foram regenerados por meio de sua escolha pessoal para o Senhor Jesus Cristo e O aceitaram como seu Salvador pessoal. Deus te abençoe!

VoltaRetorne


Gálatas 5:19-21

Está claro, o que são os OBRAS DA CARNE:

  • prostituição
  • impureza
  • lascívia
  • idolatria
  • feitiçarias
  • inimizades
  • porfias
  • emulações
  • iras
  • pelejas
  • dissensões
  • heresias,
  • invejas
  • homicídios
  • bebedices
  • glutonarias e coisas semelhantes a estas.

VoltaRetorne


1 Coríntios 3:11-15

11 Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 12 E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, 13 a obra de cada um se manifestará; na verdade, o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. mo pelo fogo.14 Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. 15 Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.

VoltaRetorne

Volta MenuRetorne para acima